Duque de Caxias 2 x 3 Vitória – Rubro-negro vira e conquista reabilitação

O Vitória conseguiu a reabilitação após duas derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro da Série B. Atuando no Engenhão, no Rio de Janeiro, o time baiano venceu o Duque de Caxias, por 3 a 2, pela quarta rodada da competição nacional. O atacante Somália foi o autor dos dois gols do time carioca, enquanto que o zagueiro Maurício (duas vezes) e o atacante Neto Baiano fizeram os gols do Vitória.

Dessa maneira, o Duque de Caxias ainda permanece sem vencer na Série B e, com um ponto, amarga a lanterna da competição. Por outro lado, o Vitória segue sem empatar. Essa foi a segunda vitória do time baiano, já que antes vinha de derrotas para Icasa e Guarani. Assim, com seis pontos, o Vitória aparece na sétima colocação.

Igualdade em noite fria!
A noite fria no Rio de Janeiro foi a maior testemunha do jogo. No primeiro tempo, os times não conseguiram se encontrar em campo e quando criavam chances os goleiros apareciam bem. A primeira boa chance de gol foi do time baiano. Aos 14 minutos, Neto Baiano recebeu de Xuxa dentro da área, chutou cruzado e Fernando fez boa defesa. A resposta do time carioca veio quatro minutos depois. Tony fez belo passe para Valdiram, que dentro da área chutou para defesa de Fernando Leal.

Após uma chance de cada lado, o time carioca aproveitou uma falha grotesca da zaga do Vitória para abrir o placar. Aos 24, o zagueiro Maurício tentou sair jogando sozinho da defesa baiana e perdeu a bola no meio-campo. Em rápido contra-ataque, Valdiram fez o passe para Erick Flores, que serviu o atacante Somália. Ele só teve o trabalho de tocar para o fundo do gol: 1 a 0.

Logo depois de sofrer o gol, o Vitória passou a atacar mais. Aos 30, Fernandinho cruzou do lado esquerdo e o atacante Neto Baiano desviou de cabeça para defesa de Fernando. Seis minutos mais tarde, o zagueiro Maurício tratou de se redimir do erro no gol carioca. Rildo mandou a bola para o meio da área e o zagueiro desviou na entrada da pequena área para deixar tudo igual no primeiro tempo.

De vilão a heroi!
Quem pensava que o segundo tempo teria o mesmo início do primeiro se enganou. Logo aos quatro minutos o Vitória chegou ao segundo gol e os presentes no Engenhão foram as testemunhas da consagração de Maurício. O zagueiro aproveitou o cruzamento de Geovanni em cobrança de escanteio pelo lado direito e cabeceou para vencer o goleiro Fernando e colocar o time baiano em vantagem no placar: 2 a 1.

Na frente do placar, o time baiano adotou uma postura comum nos visitantes quando estão em vantagem: contra-ataque. Apesar disso, o Duque de Caxias criou uma boa oportunidade de empate aos 13 minutos. Leandro Teixeira cobrou falta da direita e alçou dentro da área, mas ninguém chegou para finalizar. Aos 29, Bruno Veiga recebeu na entrada da área, girou em cima da marcação e chutou para fácil defesa de Fernando Leal.

O jogo passou a ganhar em emoção aos 34, quando o Vitória aproveitou uma bobeira da zaga do Duque de Caxias para ampliar o placar. Rildon roubou a bola no meio-campo e fez o passe para Geovanni, que já acionou Neto Baiano dentro da área. O atacante chutou colocado no canto direito de Fernando, que ainda tocou na bola. Dois minutos depois, Bruno Veiga caiu dentro da área e o árbitro deu pênalti. Somália cobrou no canto esquerdo e Fernando Leal pulou para a direita e não evitou o segundo gol carioca, mas não suficiente para evitar a derrota.

Próximos Jogos!
Pela quinta rodada, todos os jogos acontecem na próxima terça-feira. O Duque de Caxias encara o Sport, às 21h50, na Ilha do Retiro, em Pernambuco. Já o Vitória recebe o ABC-RN, pelo mesmo horário, no Barradão, em Salvador.

Duque de Caxias

Fernando;
Léo, Santiago, Bruno Costa (Genilson) e Paulo Rodrigues;
Leandro Teixeira, Júlio César, Erick Flores e Tony (Gilcimar);
Valdiram (Bruno Veiga) e Somália.

Técnico: Alfredo Sampaio.

Vitória

Fernando Leal;
Nino, Alison, Mauricio e Fernandinho;
Rodrigo Mancha, Ze Luis, Jérson e Xuxa (Rildo);
Geovanni (Esdras) e Neto Baiano (Léo Fortunato).

Técnico: Geninho.