Disciplina para não cair!

Há 6 dias no Vitória, o técnico Antônio Lopes já dá sinais de que a cobrança e a disciplina serão maiores nesta reta final de Brasileirão. O treinador definiu que o time passará mais tempo na Toca do Leão e combinou que vai definir com assessoria de imprensa do clube como serão as entrevistas.

“Tivemos problema no aeroporto, colocaram microfone no rosto, não era dia. O Vitória faz o que todo grande clube faz, definir com a assessoria como serão as entrevistas. Isso facilitará o trabalho da imprensa e o meu também”, definiu o técnico.

O estilo de Lopes contrasta com o de Ricardo Silva, técnico com mais partidas no comando em 2010, que não costumava treinar em dois períodos, e era considerado um “paizão” por alguns jogadores.

O volante Vanderson, um dos jogadores mais antigos do clube, e uma das lideranças dentro do Vitória, comentou sobre a atual situação do Rubro-negro na tabela, correndo risco de rebaixamento.

“Nunca passei por isso no Vitória, de brigar pra não cair. Acho que com mais 13, talvez 15 pontos escapamos. Mas temos que pensar no Prudente primeiro”, disse o camisa 5 do Leão.

Sobre a possível saída do treinador Antônio Lopes, especulado para deixar o clube, e assumir o Corinthians, o jogador não se espanta. “Ele é um profissional de ponta, é normal esse assédio. Bom pra ele, quem não quer ir pro Corinthians?”, finalizou o jogador.