Publicidade


Dirigente diz que Milan não vai liberar Ronaldinho

O Milan não está disposto a liberar Ronaldinho Gaúcho. No primeiro dia de treinos do clube italiano em Abu Dhabi, o diretor Umberto Gandini afirmou o interesse do time em continuar com o jogador e disse que ele não será liberado no momento.

Ronaldinho chegou a deixar o treino nesta terça-feira bem antes de acabar, aumentando as especulações sobre sua insatisfação no clube italiano.

Segundo o próprio dirigente, as ordens de não deixar Gaúcho sair vêm de cima. O presidente do Milan, Silvio Berlusconi, teria feito um pedido para que o brasileiro continuasse na equipe.

As declarações do dirigente frustram os planos do Grêmio, Palmeiras e Flamengo, que sonhavam em contar com o craque no começo de 2011.