Depois de Zico, Silas deve ser o próximo a deixar o Flamengo

A sexta-feira começou bastante agitada no Flamengo. Nesta madrugada, o ídolo  Zico acabou entregando o cargo de diretor executivo e deixou o clube se mostrando bastante chateado com o que vem acontecendo. Agora, o técnico Silas está com os dias contados e deve ser o próximo a deixar o barco.

Depois do empate diante do Goiás, por 1 a 1, no Serra Dourada, na última terça-feira, todo mundo acredita que Silas seria demitido, principalmente pela forte pressão da torcida, que pediu a sua saída nas arquibancadas. No entanto, Zico foi forte e segurou o comandante, apesar de outros dirigentes quererem mudanças na comissão técnica.

O clima na Gávea também não estaria dos melhores, principalmente após a declaração do treinador, que se isentou de qualquer culpa e passou para os jogadores, dizendo que não é ele quem faz gol contra – se referindo ao lance do zagueiro Jean, que abriu o placar para o Goiás.

Sem Zico como dirigente, Silas dificilmente vai continuar como treinador do Flamengo na sequência do Brasileirão e deve ser demitido neste sábado, logo após o jogo contra o Botafogo, às 18h30, no Estádio Engenhão. Além disso, a diretoria já tem uma carta na manga.

O experiente Vanderlei Luxemburgo (foto) já teria sido procurado por alguns dirigentes rubronegros e seria apresentado no dia seguinte da demissão de Silas. O treinador acabou saindo do Atlético-MG na semana passada, quando foi goleado pelo Fluminense por 5 a 1 fora de casa. Além disso, Luxa sempre mostrou interesse em comandar o Mengo ao longo de sua carreira.