Cruzeiro 2 x 1 Bahia: Tricolor joga bem, mas perde

O Cruzeiro conseguiu uma importante vitória pela décima rodada do Brasileirão. Na noite deste domingo, na Arena Jacaré, em Sete Lagoas, a Raposa bateu o Bahia, por 2 a 1, com dois gols de Wallyson e se aproximou ainda mais do G4, deixando os baianos na briga contra o rebaixamento.

O resultado também foi importante para Joel Santana, que quando saiu do Botafogo, ele teve uma proposta do Bahia, mas ele afirmou que não queria pegar sardinha. No gol do Tricolor, os jogadores comemoraram tirando sarro do treinador, que mesmo assim, saiu de campo com o resultado a seu favor.

Agora, o Bahia está na 16ª colocação, com dez pontos e não entra na zona de rebaixamento. Já o Cruzeiro chegou aos 15 e está em oitavo. Ele precisa torcer para os times que estão a sua frente perderem para se aproximar do G4.

Movimentado!
Cruzeiro começou o jogo com tudo e logo aos quatro minutos abriu o placar. Após cruzamento rasteiro na área, Leandro Guerreiro fura e a bola sobra para Wallysson, que acertou um chute rasteiro, muito forte, no canto de Lomba, que ficou estagnado no lance.

O Bahia melhorou no jogo e logo aos sete minutos quase empatou com Jobson. Ele foi lançado, mas na hora da batida ele foi mal na bola e foi facilmente desarmado pela defesa cruzeirense.

Mas, aos 14 minutos, ninguém pode fazer nada e o Tricolor empatou o jogo. Jancarlos cruzou bola na área, a defesa não afastou o perigo, Fábio saiu mal e a bola sobrou para Jobson, que com raiva deu um forte chute para o fundo das redes da Arena Jacaré, em Sete Lagoas.

A Raposa melhorou no jogo e foi para cima em busca do gol que daria a vitória parcial ao time. Aos 29 minutos, Montillo cruzou na cabeça de Wallyson, que testou com força, no peito de Lomba, que salvou o Bahia. No final do primeiro tempo, o Cruzeiro tentou chegar ao seu gol, mas esbarrou na defesa Tricolor.

Gol e pressão!
O Cruzeiro voltou com tudo em busca do segundo gol e aos seis minutos conseguiu balançar as redes. Após cruzamento na área, ninguém desvia, Lomba se tromba com seus defensores e Wallysson com o gol aberto estufou as redes do arqueiro baiano que ficou perdido na jogada.

Após o gol, o Bahia foi com tudo para cima do Cruzeiro, tentou de todas as maneiras chegar ao empate. Mas, sofreu com o forte sistema defensivo da Raposa, que nos contra-ataques, quase chegou ao terceiro. Após cruzamento na área, Montillo, livre, tentou e bateu com força, mas Lomba saiu na bola e fez a defesa com o peito.

No final, o Tricolor aumentou a pressão, mas o Cruzeiro segurou o jogo e saiu de campo com o resultado ao seu favor. Agora, o time seca os concorrentes para continuar na briga por uma vaga no G4.

Local
Arena do Jacaré Sete Lagoas

Árbitro
Elmo Alves Resende Cunha

Assistentes
Fábio Pereira e João Patrício de Araújo

Renda
R$ 108.605,00
Público
6.666 pagantes (7.804 total)

Cartões Amarelos
Cruzeiro:Fabrício, Léo, Leandro Guerreiro
Bahia:Jobson, Fahel, Jancarlos

Gols
Cruzeiro: Wallyson 4′ 1T, Wallyson 6′ 2T
Bahia: Jobson 14′ 1T

Cruzeiro

Fábio;
Vítor (Roger), Léo, Naldo e Gilberto (Dudu);
Montillo, Leandro Guerreiro, Marquinhos Parané e Fabrício;
Ortigoza (Everton)e Wallyson;

Técnico: Joel Santana

Bahia

Marcelo Lomba;
Jancarlos, Titi, Miranda e Ávine;
Carlos Alberto, Fahel, Diones (Gabriel) e Hélder (Ricardinho);
Jóbson e Junior (Lulinha);

Técnico: Renê Simões