Com gramado encharcado, Vitória empata com o Flamengo no Barradão

A chuva não deixou a bola rolar direito no estádio Manoel Barradas, neste sábado (15), mas Vitória e Flamengo fizeram uma partida bastante movimentada, que terminou empatada em 1 a 1. Vágner Love, após jogada de Adriano abriu o marcado ainda no primeiro tempo. O jovem Elkeson, em bela cobrança de falta, igualou o placar aos 40 da etapa final.

No próxima domingo (23), pelo  Brasileirão, o Vitória encara o Ceará, no Castelão, às 16h. O Fla joga no mesmo dia contra o Grêmio Prudente, no Maracanã, às 18h30. Antes, na quarta-feira (19), o Leão decide uma vaga na final da Copa do Brasil, diante do Atlético-GO, às 21h50. Já a equipe carioca enfrenta a Universidad de Chile na quinta (20), a partir das 22h15, pela Taça Libertadores.

Muita chuva e um gol

O jogo mal tinha começado e o Flamengo mostrou que não fora ao Barradão para sair sem os três pontos. O primeiro minuto, Adriano invadiu a grande área do Leão e chutou cruzado. Vinícius, substituto de Viáfara, defendeu em dois tempos.

Aos 2 minutos, saiu o gol carioca. Adriano levou a bola pela esquerda e cruzou para Vágner Love. O arqueiro Vinícius saiu na bola, mas ela rebateu no atacante do Fla e morreu no fundo das redes.

A resposta do Rubro-negro baiano viria apenas aos 13. Neto Berola tentou encobrir Bruno, mas ele estava bem postado segurou a bola. Com o grande volume de água em campo, a bola dificilmente rolava. Então, a ideia era fazer jogada aérea. Aos 32, Uelliton quase marcou de cabeça, após cruzamento de Rafael Granja, mas a bola foi pra fora.

Outra chance de ouro do Leão aconteceu aos 34. Neto Berola, de dentro da área, chutou sem rumo, a bola desviou na zaga e enganou o goleiro Bruno, mas acabou indo para linha de fundo.

Aos 43, Vágner Love recebeu na entrada da área e chutou colocado. A bola tirou tinta da trave ao lado esquerdo de Vinícius. Já no final da etapa inicial, o mesmo Vágner Love recebe cruzamento de Juan, mas fura a bola.

Empate com golaço

Na volta do intervalo a equipe do Vitória mostrou estar mais atenta. Aos 8 minutos, volante Uelliton levou perigo a meta de Bruno, depois de cabecear bola que tirou tinta da trave esquerda do arqueiro flamenguista. O zagueiro Gabriel Paulista, que entrou no lugar de Vilson, machucado, quase empatou aos 26. Ele pegou sobra de bola dentro da área, mas chutou fraco e pra fora.

Aos 30, Petkovic, que havia entrado no lugar do cansado Vágner Love, fez boa jogada pela esquerda e cruzou para pequena área. Adriano estava no lance, mas não alcançou a bola.

O empate viria aos 40. Em bela cobrança de falta, Elkeson mandou na gaveta, à direita de Bruno, que ainda tocou na bola. Ela bateu de leve na trave e acabou dentro do gol. Empate celebrado pela torcida do Vitória.

Vitória 1 x 1 Flamengo – 2² rodada da Série A
Data: 15/05/2010
Estádio: Barradão, em Salvador
Arbitragem: Paulo César de Oliveira (Fifa-SP), auxiliado por Márcio Luiz Augusto (SP) e Vicente Romano Neto (SP)

Vitória: Vinícius; Rafael Granja, Vilson (Gabriel Paulista), Reniê e Maurim; Vanderson, Uelliton (Lenilson), Ricardo Conceição e Elkeson; Neto Berola (Kleiton Domingues) e Júnior. Técnico: Ricardo Silva.

Flamengo: Bruno; Léo Moura, David, Ronaldo Angelim e Juan; Toró (Maldonado), Willians, Kleberson e Michael (Fierro); Vágner Love (Petkovic) e Adriano. Técnico: Rogério Lourenço

Fonte:  www.portalibahia.com.br