Cerezo afirma que adversário é o mais difícil até agora

Adversário do Vitória neste domingo (5), o Bahia de Feira não traz boas recordações ao rubro-negro. Isso porque, em 2011, o Tremendão bateu a equipe comandada por Antonio Lopes, dentro do Barradão, e levantou a taça de campeão baiano pela primeira vez na história. Mas, para o técnico Toninho Cerezo, essa história faz parte do passado. – Estamos em outra história, outro momento. Neste domingo vamos ter um confronto direto de candidatos à classificação no Baiano. Sei que há um respeito muito grande de ambas as partes. Eles vão tentar ganhar. Daquilo que eu vi, o Bahia de Feira é um time entrosado e muito organizado. A nós, cabe fazer o dever de casa – afirmou. Cerezo ainda comentou sobre o empate com o Fluminense de Feira na rodada passada. – Na última rodada, tivemos um excelente primeiro tempo e na segunda etapa deixamos cair. É que os jogadores estão desgastados. Não temos tempo para treinar. No jogo contra o Fluminense, tive que tirar o Lúcio Flávio e o Mancha, que não tinham mais condições de ficar em campo de tão cansados que estavam. Isso é uma coisa para se pensar – concluiu.