Ceará 3 x 0 Bahia: Tricolor se complica

O Bahia segue se aproximando da zona de rebaixamento e a situação do técnico Renê Simões ficou bastante complicada após a goleada sofrida na tarde deste domingo para o Ceará, por 3 a 0, na Vila Belmiro, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Thiago Humberto, Felipe Azevedo e Edmílson marcaram para os cearenses.

Com esse resultado, o Vozão se reabilitou e chegou aos 25 pontos, na 12ª colocação. Sem vencer há quatro partidas no Brasileirão, o Tricolor estacionou nos 20 e se encontra na 16ª posição, continuando muito perto da zona de rebaixamento.

Movimentação e Vozão na frente
Com os dois times precisando da vitória para se distanciarem da zona de rebaixamento, a partida começou movimentada, mas o Ceará era melhor e trocava passes no campo do Bahia. Aos sete minutos, Marcelo Nicácio cobrou falta e a bola explodiu na barreira. Na sequência, Júnior aproveitou cruzamento de Marcos e cabeceou para fora, mas o árbitro estava assinalando falta. A resposta veio com Osvaldo, que após uma dividida caiu dentro da área e ficou pedindo pênalti, mas nada foi marcado.

O Vozão abriu o placar aos 16 minutos em um lance polêmico. Thiago Humberto recebeu dentro da área e bateu rasteiro no canto de Marcelo Lomba, que saltou, mas não conseguiu fazer a defesa. O meia alvinegro estava em posição irregular. Após sofrer o gol, o Tricolor baiano acordou e passou a criar mais oportunidades. Aos 22, Diones aproveitou cruzamento de Jones Carioca e cabeceou nas mãos de Diego.

O time cearense quase ampliou três minutos depois. Marcelo Lomba saiu jogando errado e a bola sobrou para Boiadeiro, que bateu rasteiro pela linha de fundo. O empate baiano quase saiu aos 30. Jones fez boa jogada individual e cruzou. A zaga do Vozão tentou aliviar o perigo, mas a bola acertou Marcos e quase entrou. Na sequência, Júnior invadiu a área e bateu com força, para grande defesa de Diego.

Aos 40 minutos, Júnior aproveitou cruzamento de Fabinho e cabeceou nas mãos do goleiro cearense. A resposta veio na sequência, quando Vicente passou por Marcos e bateu para grande defesa de Marcelo Lomba. No último lance de perigo do primeiro tempo, Lulinha recebeu na entrada da área e bateu colocado. A bola passou raspando a trave de Diego.

Virou goleada…
Diferente do primeiro tempo, Ceará e Bahia voltaram do intervalo mais acordados e criaram boas chances no começo. Aos três, Boiadeiro puxou para o meio e bateu com força, mas a bola saiu por cima. Depois, Jones arriscou de longa distância e Diego fez defesa segura. O Bahia tinha mais posse de bola e buscava o empate. Aos dez, Lulinha recebeu passe de Marcos e ficou de frente com Diego. No entanto, o meia pegou mal e mandou para fora, desperdiçando grande oportunidade.

O Tricolor baiano cresceu bastante de produção no segundo tempo e tinha maior posse de bola, mas não conseguia chegar com muito perigo ao gol de Diego. Preocupado com a marcação, o Ceará recuou bastante e procurava matar o jogo no contra-ataque, mas sem muito sucesso. O grio de gol ficou engasgado na garganta dos baianos aos 31 minutos.

Jones invadiu a área e bateu para grande defesa de Diego. No rebote, Júnior completou de cabeça e o goleiro salvou o Ceará novamente. Diego voltaria a trabalhar em chute de Marcos. Quando o gol de empate do Bahia estava amadurecendo, o Vozão ampliou aos 35 minutos. Osvaldo fez grande jogada individual, passou pelo zagueiro Titi e rolou para Felipe Azevedo, que teve o trabalho de concluir.

Após o gol, o Ceará quase marcou o terceiro no minuto seguinte. Marcelo Nicácio arriscou de fora da área e a bola explodiu na trave de Tiago. Depois foi a vez de Felipe Azevedo assustar, mas o goleiro baiano estava atento e fez a defesa. O Vozão fechou o placar aos 46. Edmílson cobrou falta por cima da barreira e Tiago sequer saltou para tentar fazer a defesa.

Próximos jogos
Na abertura do returno do Brasileirão, o Ceará enfrenta o Vasco da Gama na próxima quarta-feira, às 18 horas, no Estádio São Januário. Na quinta-feira, o Bahia recebe o América-MG, às 20h30, no Estádio do Pituaçu.

Presidente do Bahia garante permanência de René.

A derrota para o Ceará parece não ter abalado o prestígio de René Simões junto à diretoria do Bahia. Na noite deste domingo, o presidente tricolor, Marcelo Guimarães Filho, ratificou que o treinador permanece no cargo para a sequência do Campeonato Brasileiro.

Ficha Técnica

Ceará
3
x
0
Bahia
Fase
Única
Rodada
19ª
Data
28/08/2011
Horário
16h00
Local
Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza-CE

Árbitro
Wilton Pereira Sampaio-DF

Assistentes
Erich Bandeira-PE e Fábio Pereira-TO

Cartões Amarelos
Bahia:Titi, Fabinho, Lulinha

Gols
Ceará: Thiago Humberto 16′ 1T, Felipe Azevedo 35′ 2T, Edmilson 46′ 2T

Ceará

Diego;
Boiadeiro (Patrik), Fabrício, Erivélton e Vicente;
Michel, Cléber, Eusébio e Thiago Humberto (Felipe Azevedo);
Marcelo Nicácio (Edmílson) e Osvaldo.

Técnico: Vagner Mancini

Bahia

Marcelo Lomba (Tiago);
Marcos, Titi, Paulo Miranda e Dodô (Maranhão);
Fabinho, Marcone, Diones (Reinaldo) e Lulinha;
Jones Carioca e Júnior.

Técnico: René Simões