Brasil vence e garante classificação

Como era muito esperado, a Seleção Brasileira mostrou um futebol digno e deu um show para cima da Costa do Marfim. Jogando na tarde deste domingo, no Estádio Soccer City, em Johanesburgo, o Brasil contou com um inspirado Luís Fabiano, que marcou dois gols, e venceu por 3 a 1, e conseguiu, de forma antecipada, a classificação às oitavas-de-final da Copa do Mundo, juntamente com a Holanda.

A Seleção Canarinho não fez um grande primeiro, principalmente na parte da criação, e precisou de um lance individual de Luís Fabiano para abrir o placar. Na segunda etapa, com um futebol bem mais solto, fez mais dois gols, e colocou os adversários na roda.

Com este resultado, o Brasil manteve o 100% de aproveitamento na Copa do Mundo, e chegou aos seis pontos, na liderança do Grupo G, garantindo sua classificação. A primeira posição pode ser confirmada na segunda-feira, caso a partida entre Portugal e Coréia do Norte termine empatada.

O esperado
Assim como era esperado, o Brasil começou o jogo mostrando habilidade, e partindo para cima da Costa do Marfim. Logo no primeiro minuto, Robinho puxou contra-ataque, viu Barry adiantado e tentou de longe, mas mandou por cima do gol. Porém, depois disso, a produção caiu bastante. O adversário criou sua chance aos 13 minutos, quando Drogba bateu falta da direita, tentou surpreender Julio Cesar com um chute direto, mas errou o alvo.

A Costa do Marfim não criava lances de perigo, entretanto chegava mais próxima à grande área defendida pelo Brasil. Os comandados de Dunga não conseguiam o mesmo do outro lado, ficando  Luís Fabiano muito isolado na frente, longe dos principais armadores da Seleção.

Isso ficou muito evidente aos 23 minutos. Maicon recebeu de Robinho na direita, ganhou da marcação e tentou lançar Luís Fabiano, que estava totalmente sozinho no ataque, nas costas da defesa, mas o passe saiu muito forte e foi pela linha de fundo.

Quebrou um jejum
Então, aos 25 minutos, Luís Fabiano quebrou um longo tabu. Kaká fez jogada na entrada da área e encontrou Luís Fabiano nas costas da defesa. O atacante encheu o pé direito e abriu o placar. O artilheiro quebrou um incômodo jejum pela seleção, pois estava há seis jogos sem marcar – Este foi seus 26º gol em 40 jogos.

Depois disso, a Costa do Marfim, ao contrário do que se esperava, não foi para cima, e o Brasil deu uma acalmada, passando a tocar mais a bola. A última grande chance do primeiro tempo aconteceu aos 41 minutos, quando Eboué avançou pela direita, limpou a marcação e tentou de direita, mas a bola passou à esquerda de Julio Cesar.

Para o segundo tempo, a Seleção Brasileira voltou a jogar como há tempos não fazia, e conseguiu construir um belo placar. Aos cinco minutos, Luís Fabiano deu dois chapéus, passou por um terceiro zagueiro e bateu de esquerda no canto, ampliando o placar. Durante o lance do gol, Luís Fabiano tocou mão na bola duas vezes, mas o árbitro não percebeu e mandou seguir.

Durante o jogo, a transmissão oficial flagrou o árbitro conversando com Luís Fabiano e sinalizando que ele teria ajeitado a bola com a mão. O atacante brasileiro negou, dizendo que foi com o peito. A Costa do Marfim entrou em desespero e foi para cima em busca do seu gol. Aos oito minutos, Dindane fez jogada pela direita, foi à linha de fundo e cruzou na área. No segundo pau, Drogba cabeceou à esquerda do gol de Julio Cesar.

Não demorou muito, e o terceiro gol saiu. Aos 16 minutos, Kaká fez jogada individual pela esquerda e cruzou rasteiro. Sozinho, Elano só toca para o gol marfinense. Na comemoração, ele tirou suas caneleiras e mostrou o nome das filhas – Maria Clara e Maria Tereza.

A Costa do Marfim, em uma falha da defesa do Brasil, conseguiu diminuir a vantagem. Aos 33 minutos, Yaya Touré lançou Drogba dentro da área do Brasil. Completamente livre, o atacante desviou de cabeça e diminui para os africanos. Depois disso, O Brasil perdeu Kaká. ele vinha sendo provocado pelos jogadores adversários, e no final, deu uma cotovelada em Keita, e acabou sendo expulso, ficando de fora da partida contra Portugal.

Próximos Jogos
Na próxima rodada, a última da fase de classificação, todas as seleções do Grupo G jogam na sexta-feira, às 11 horas. O Brasil enfrenta o Portugal, enquanto a Costa do Marfim encara a Coréia do Norte.

FICHA TÉCNICA:
BRASIL 3 X 1 COSTA DO MARFIM

Estádio: Soccer City, Johannesburgo (AFS)
Data/hora: 20/6/2010 – 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Stephane Lannoy (FRA).
Auxiliares: Eric Dansault (FRA) e Lauren Ugo (FRA)

Público: 84.455 pessoas
Cartões amarelos: Tiéné e Keita (CDM)
Cartão vermelho: 43’/2ºT – Kaká (BRA)
GOLS: 25’/1ºT – Luis Fabiano (1-0); 5’/2ºT – Luis Fabiano (2-0); 17’/2ºT – Elano (3-0); 34’2º T – Drogba (3-1)

BRASIL: Júlio César, Maicon, Lucio, Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano (21’/2ºT – Daniel Alves) e Kaká; Robinho (47’/2ºT – Ramires) e Luis Fabiano. Técnico: Dunga.

COSTA DO MARFIM: Barry, Demel, Zokora, Kolo Touré e Tiéné; Tiotê, Yaya Touré, Ebouê (26’/2ºT – Romaric) e Dindanê (8’/2ºT – Gervinho); Kalou (21’/2ºT – Keita) e Drogba. Técnico: Sven Göran-Ericksson.