Benazzi comandou coletivo com os reservas

Ao final da coletiva desta terça-feira, após o treinamento coletivo que comandou entre os reservas mesclados com juniores, o técnico Vagner Benazzi fez um apelo ao torcedor rubro-negro que comparecer ao Barradão nesta sexta-feira, às 20h30, para o jogo contra o Salgueiro.

“Durante o jogo todo é importante que o torcedor esteja do nosso lado e incentive os jogadores que para a gente não tenha a surpresa que já aconteceu em outras oportunidades que tivemos a chance de entrar no G4 e não conseguimos. Sempre tivemos aquelas vaias às vezes em uma hora meio ruim e sempre peço a vaia no final. Se não conseguir o resultado, o torcedor tem todo o direito de se pronunciar”.

Para Benazzi, o fato de o Salgueiro já estar rebaixado depois que o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) tirou três pontos do time por escalar irregularmente um jogador,  não pressupõe facilidade para o rubro-negro nesta sexta-feira.

“De maneira alguma. Como fui jogador de futebol eu acredito muito no profissional e vai ser um jogo dificílimo porque tem gente interessada. Nós temos que nos agarrar ao nosso torcedor e pedir que ele venha nos incentivar porque faz uma diferença muito grande. Qualquer jogo que você vá ouvir hoje do Vitória sabe que quando a torcida começou a nos apoiar nós começamos a crescer no campeonato, conseguimos fazer os resultados e isso foi importante”.

Na coletiva, o técnico seguiu falando sobre a situação vivida pelo adversário desta sexta. “Tem lá (no Salgueiro) profissionais que disputaram o campeonato inteiro com honra, determinação e se não fizeram o melhor é porque faltou, logicamente, ajuda desse ou daquele. Estou muito preocupado e já conversei com o grupo pedindo para nos empenharmos e descansarmos, pois sabemos que vai ser um jogo dificílimo”.

Com a vivência de 26 anos como técnico, Benazzi está tomando todos os cuidados para o jogo contra o Salgueiro. “Futebol está sempre reservando para gente surpresa e não queria ter surpresa nesta sexta-feira. Queria que o time fizesse um grande jogo, pegasse mais confiança ainda e deixasse o nosso torcedor satisfeito. É isso que tenho na cabeça até o jogo de sexta-feira”.

Para o trabalho desta terça-feira, o grupo foi dividido em dois. Nino, Alison, Jean, Fernandinho, Uelliton, Preto, Gilberto, Geovanni e Marquinhos desceram para o campo 1 do Centro de Treinamento Manoel Pontes Tanajura. Ouviram inicialmente uma palestra do treinador e depois do aquecimento participaram de um treino de posse de bola com orientação do auxiliar técnico Ricardo Silva. O zagueiro Alison finalizou o treino com uma atividade específica com o assistente Flávio Tanajura.

No Barradão, Benazzi e seu outro assistente, Miguel Amaral, comandaram um coletivo entre os reservas mesclados com juniores. Dois a zero, gols de Geraldo e Mineiro, foi o placar para o time com colete preto.

Times: colete preto – Fernando Leal (João Gabriel), Mineiro, Léo Fortunato, Reniê (Alan Henrique) e Shelldon (Maranhão); Zé Luís (Rodrigo Mancha), Charles Vagner, Geraldo e Renan Silva (Lucas Garcia); Marcelo e Edson (Rildo); camisa laranja – Douglas, Léo, Gabriel Paulista (Reniê), Maurício e Chiquinho; Neto Coruja (Zé Luís), Lúcio Flávio (Leilson), Xuxa e Felipe (Marlon); Arthur Maia (Renan Silva) e Neto (Edson).

Poupado

Com um discreto derrame no joelho direito, o atacante Fábio Santos foi atendido pelo Dr. Rodrigo Vasco da Gama, e depois do tratamento pedalou 30 minutos na bicicleta na academia de musculação.

“Amanhã (hoje) ele será reavaliado e tudo indica liberado para treinar normalmente”, comentou o médico de plantão nesta terça-feira.

O treinamento desta quarta-feira será pela manhã por causa do feriado de 2 de novembro, Dia de Finados.