Bahia vence o Paraná por 2 a 1

Na despedida do técnico Renato Gaúcho, o Bahia encarou o Paraná e voltou a vencer pelo Campeonato Brasileiro da Série B. No Pituaçu, o Tricolor baiano levou a melhor e ganhou por 2 a 1, em jogo válido pela 13ª rodada e realizado na noite desta terça-feira. A equipe de Renato Gaúcho foi melhor na partida inteira, mas teve que suportar forte pressão no final da partida.
Com a vitória, o Bahia chegou aos 23 pontos, ficando no sexto lugar. O Paraná, por sua vez, despencou na tabela de classificação, ficando com 19 pontos, na décima colocação e longe do grupo dos quatro melhores da Série B. Ao final do duelo, Renato Gaúcho, emocionado, se despediu dos torcedores no Pituaçu e agora segue para Porto Alegre, onde irá comandar o Grêmio.

Só deu Bahêa!
Jogando para dar uma vitória ao técnico Renato Gaúcho em sua despedida do comando, o time do Bahia encurralou o Paraná desde o início do duelo, obrigando o goleiro Juninho a grandes defesas. Logo aos nove minutos, Jael arriscou de longe e a bola tirou tinta do travessão do Paraná. Pressionada, a equipe paranaense tentava sair nos contra-ataques, sem sucesso.

O abafa do Bahia finalmente surtiu resultado aos 21 minutos, quando o lateral-esquerdo Ávine cruzou a bola para Morais, que de voleio, abriu a contagem no Pituaçu. Após o gol, o Tricolor baiano cresceu na partida e perdeu mais chances para ampliar. A melhor delas aconteceu aos 32 minutos, quando Ávine recebeu lançamento cara a cara com Juninho e foi negado pelo goleiro, que fez grande defesa à queima-roupa.

Eletrizante
Na segunda etapa, os times voltaram ainda mais dispostos. O Paraná queria o empate, enquanto que o Bahia buscava matar o jogo. Logo aos 12 minutos, o perigoso Jael invadiu a área e foi calçado por Alessandro Lopes. O árbitro deu pênalti, para desespero da equipe curitibana. O próprio Jael foi para a bola, dois minutos depois, e bateu bem, deslocando Juninho. Goleiro de um lado, bola do outro e 2 a 0 no marcador.

Renato Gaúcho comemorou muito à beira do gramado, mas teve motivos para preocupação três minutos depois, quando o Paraná conseguiu diminuir a vantagem baiana. Em cobrança de falta de Vinícius, Alessandro Lopes subiu mais que todos e testou firme para as redes do Pituaçu. Após sofrer o tento, o Bahia seguiu pressionando, e quase marcou o terceiro, aos 24 minutos. No lance, Jael invadiu a área e rolou para Rodrigo Gral, que vinha de trás. O matador do Bahia bateu firme, mas Juninho segurou a bola.

O Paraná deu a resposta aos 33 minutos, quando Gilson cruzou rasteiro pela direita e a bola passou por toda a extensão da área, sem nenhum pé para empurrá-la para dentro do gol de Renê. Nos momentos finais, a equipe paranaense foi para o abafa e o Bahia teve que suportar o sufoco. Foi o que aconteceu, e Renato Gaúcho deixa o clube com uma vitória.

Próximos jogos
Os dois times já retornam aos gramados no final desta semana, pelo Campeonato Brasileiro da Série B. O Bahia enfrenta outro adversário paranaense: o Coritiba, às 16h10 do sábado, na Arena Joinville. O Paraná atua no mesmo dia e horário, contra o América-MG, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.

FICHA TÉCNICA

Bahia-BA 2 x 1 Paraná-PR

Local: Estádio do Pituaçu, em Salvador-BA
Árbitro: Fabricio Neves Correa-RS
Assistentes: Jose Eduardo Calza-RS e Alexandre Kleiniche-RS
Cartões amarelos: Alison (Bahia); Alessandro Lopes, Leandro Bocão, Vinícius e Toscano (Paraná)
Gols: Morais aos 21’/1T e Jael aos 14’/2T (Bahia); Alessandro Lopes aos 17’/2T (Paraná)

Bahia
Renê; Fábio Bahia, Alison, Vagner e Ávine; Marcone, Bruno Octávio (Vander), Hélder e Morais; Rodrigo Gral (Aleílson) e Jael (Adriano).
Técnico: Renato Gaúcho

Paraná
Juninho; Alessandro Lopes (Serginho Catarinense), Irineu e Luiz Henrique; Jefferson, Chicão, Diogo, Vinicius (Walderi) e Gilson; Marcelo Toscano e Leandro Bocão (Somália).
Técnico: Marcelo Oliveira

fonte:  futebolinterior.com.br