Bahia vence o Atlético

O Bahia venceu com dificuldades o Atlético de Alagoinhas, nesta quarta-feira, em Pituaçu, por 1 a 0, e entrou na zona de classificação para as semifinais do Campeonato Baiano. O gol da vitória Tricolor foi marcado por Rafael “Gladiador”.

Apático em praticamente todo o primeiro tempo, o Bahia viu o Atlético criar as melhores chances para abrir o placar no inicio do jogo. O meia Marcos Neves levava bastante perigo nas bolas paradas e quase serviu Robert, aos 18 minutos, que se esticou, mas não conseguiu marcar após levantamento do camisa 10 do Carcará.

O Tricolor só levava perigo com chutes de longe do atacante Rafael, que exigiu boa intervenção de Vinicius aos 34 minutos, quando goleiro defendeu em dois tempos e colocou pra escanteio. O lateral Dodo também era uma arma ofensiva importante do técnico Benazzi, mas se precipitou ao tentar cavar pênalti aos 40 minutos, em lance envolvendo Vaguinho.

Na segunda etapa, o técnico do Bahia resolveu apostar na velocidade e colocou de uma só vez Jones e Zezinho, no lugar dos improdutivos Tressor Moreno e Robert. Mais ofensivo, o Bahia abriu o placar logo aos quatro minutos. Ramon enfiou para Rafael dentro da área e o “Gladiador” finalizou com categoria, no canto esquerdo de Vinicius.

Mesmo após abrir o placar, o Bahia voltou a apresentar um futebol fraco e foi novamente cedendo espaços ao Atlético, que chegou a empatar a partida aos 12 minutos, no lance mais polêmico da partida. Edimar cabeceou na pequena área e Thiego conseguiu afastar em cima da linha. No replay do lance, porém, ficou comprovado que a bola havia ultrapassado a linha da meta defendida por Omar.

O Carcará teve sua missão de empatar o jogo bastante dificultada aos 31 minutos. Edimar chegou forte em Zezinho e recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso por Lucio José Araújo. Sem nada a perder, Barbosinha tentou uma última cartada ao colocar o veloz Paulinho no lugar de Robert.

Aos 43 minutos, Marcos Neves teve a chance de ouro para empatar o jogo, mas demorou demais de bater e foi desarmado por Thiego, de frente para o gol vazio. No lance seguinte, aos 46, Zezinho perdeu chance cara a cara e quase marcou o seu primeiro pelo Tricolor.

Ficha Técnica:

Bahia (1): Omar; Gabriel, Thiego, Titi e Dodô; Marcone, Hélder, Ramon (Camacho) e Tressor Moreno (Zezinho); Rafael e Robert (Jones).
Técnico: Vágner Benazzi.

Atlético de Alagoinhas (0): Vinícius; Carlos Alberto, Emílio, Edimar e Sandro (Guga); Vaguinho, Fausto, Rafael  e Marcos Neves; Robert (Paulinho) e Maurício Pantera.
Técnico: Barbosinha.

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA).
Data: 24/03/2011, às 21h.
Árbitro: Lúcio José Silva de Araújo.
Assistentes: Belmiro da Silva e Luiz Carlos Silva Teixeira.