Bahia vence e se classifica para a segunda fase

Apesar de ter a maior posse de bola e criado as melhores chances de jogo, o Bahia acabou não convencendo o seu torcedor, apesar do triunfo por 1 a 0 contra o Serrano, o que acabou garantindo o Tricolor na segunda fase do Campeonato Baiano, onde ocupou o segundo lugar do grupo 1. E o Serrano, mesmo com a derrota, também garantiu sua vaga na próxima fase do Baianão no terceiro lugar do grupo 2.

O Bahia dominou todo o primeiro tempo, mas não conseguiu fazer com que o seu domínio territorial fosse transformado em gols. O primeiro lance de perigo do Tricolor foi aos seis minutos, quando Ramon fez uma boa jogada pelo lado esquerdo e cruzou para Robert, porém o atacante acabou chegando atrasado e a redonda saiu em tiro de meta.

Mesmo como maior controle da partida, o Bahia só voltou a assustar aos 20 minutos, quando Jones recebeu um belo passe pelo lado esquerdo e ao invés de cruzar para Robert, que estava livres, acabou chutando cruzado e mandando a bola pela linha de fundo.

Depois foi a vez de Robert de desperdiçar mais um lance de ataque, após receber um belo passe de Tressor Moreno e parar cara a cara com o goleiro. Só que na hora de concluir acabou chutando em cima do goleiro do Serrano.

Mas a melhor oportunidade do Bahia veio aos 45 minutos, quando Jones recebeu um lindo passe de Moreno e na saída do goleiro acabou colocando a bola para fora. Com isso, a torcida Tricolor acabou vaiando o atacante, que já havia errado alguns passes e perdido umas chances claras de gol.

No segundo tempo, o Serrano começou indo para cima e, com menos de um minuto, Carlos fez uma bela jogada pelo lado esquerdo e Samuel, livre, acabou chutando a bola para linha de fundo, levando muito perigo ao gol de Omar. Só que a resposta do Bahia foi mais eficiente e Tressor Moreno fez um belo cruzamento para Rafael. O atacante, livre, cabeceou no canto do goleiro, abrindo o marcador.

A situação piorou para o lado do Serrano, quando aos 18 minutos o atacante Carlos Júnior acabou dando uma entrada por trás do volante Marcone e acabou sendo expulso, deixando o time de Vitória da Conquista com um jogador a menos. Só que a equipe acabou não se omitiu e aos 22 minutos, depois de uma cobrança de falta em que Jacson acabou desviando de cabeça, obrigou o goleiro Omar a fazer uma bela defesa.

O Bahia voltou a responder aos 27 minutos, quando o Bahia trabalhou a bola da entrada da área e Marcone acabou acertando um belo chute, mas o goleiro Adriano acabou fazendo uma bela defesa. Depois desse lance, o Tricolor preferiu administrar o resultado e só aguardar o apito final do árbitro Rodrigo Cintra, o que acabou irritando os seus torcedores.

Ficha técnica:

Bahia: Omar, Marcos, Thiego, Titi e Dodô; Marcone, Hélder, Ramon (Camacho) e Tressor Moreno; Jones (Rafael) e Robert (Zezinho).
Técnico: Vágner Benazzi.

Serrano: Adriano, Junior Sertânia, Ricardo Ehler, Jackson e William; Willames, Moreira, Samuel e Bruninho (Joelan); Digão  (André  Araújo) e Carlos Junior.
Técnico: Esquerdinha.

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 13/03/2011
Horário: 16h
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra
Assistentes: Adailton José Jesus da Silva e Carlos Vidal Pereira de Oliveira.