Bahia vence América-MG e encosta no G4

Pressionado para voltar a vencer, o Bahia não foi brilhante, mas fez um bom segundo tempo e contou com uma “mãozinha” da arbitragem para bater o América-MG por 3 a 0 na noite desta terça-feira, jogando no Estádio do Pituaçu. A partida foi válida pela 16ª rodada do Campeonato  Brasileiro da Série B e marcou a primeira vitória do técnico Márcio Araújo no comando do Tricolor baiano. No duelo, o árbitro expulsou dois jogadores do América e validou um gol com a mão de Jael, sendo alvo de muitas críticas.

Com o resultado, o Bahia chegou a 27 pontos ganhos, ficando próximo do G4. O América-MG, por sua vez, deixou o grupo dos quatro melhores, também com 27 pontos. A equipe mineira leva desvantagem nos critérios de desempate e por isso fica no sétimo lugar. O Bahia é o sexto.

Franco!
Precisando do resultado, o Bahia se lançou à frente para buscar a primeira vitória sob o comando do técnico Márcio Araújo. Já o América-MG precisava dos três pontos para se manter na perseguição ao G4, podendo até entrar no grupo nesta rodada. O resultado foi um jogo franco na primeira etapa, repleta de boas chances. A primeira foi do Coelho, aos três minutos. Após cobrança de escanteio, a zaga do Bahia cochilou e Luciano conseguiu o arremate. Renê defendeu quase em cima da linha.

A resposta do Tricolor veio aos 11, quando Rogerinho chutou à queima-roupa e Flávio fez linda defesa. Dois minutos depois, Fabio Bahia experimentou de muito longe e acertou o travessão da equipe visitante. Aos 33, outra grande chance de gol para o América-MG. No lance, Luciano arrancou pelo meio, limpou dois jogadores com muita habilidade e saiu na cara de Renê. Na hora da finalização, porém, o meia errou, por pouco.

Com 42 minutos de jogo, Marcos Rocha cruzou na área, Zé Rodolpho escorou de peito e Fabio Junior girou bonito, chutando à esquerda da meta com muito perigo. Apesar das boas chances criadas, o equilibrado primeiro tempo terminou sem gols.

Tricolor na pressão!
O equilíbrio do primeiro tempo deu lugar a um domínio quase que total do Bahia no segundo. Na volta do intervalo, o time de Márcio Araújo mostrou mais atitude e buscou a vitória a todo instante. Aos seis minutos, veio a primeira chance de gol da equipe na etapa complementar, quando Morais soltou um tirombaço e Flávio fez a defesa, no susto. Oito minutos depois, o mesmo Morais bateu escanteio e Jael cabeceou rente à trave do gol adversário.

A pressão aumentava com o passar dos ponteiros no relógio até que o time da casa finalmente abriu o placar. Neto Maranhão, do América-MG, parou um contra-ataque do Bahia e acabou sendo expulso. Na cobrança resultante, Jael bateu falta rasteiro e no cantinho de Flávio, que chegou a tocar na bola antes de vê-la entrar, aos 19 minutos. A torcida presente no Pituaçu explodiu.

Aí fica fácil…
Com um a menos e perdendo o jogo, o América-MG já teria missão difícil para buscar um resultado positivo. A missão tornou-se quase impossível quando Dudu, que já tinha amarelo, cometeu falta violenta em Morais e levou a segunda advertência, sendo expulso e deixando o Coelho com dois homens a menos.

Mais fácil do que estava, era difícil, mas a arbitragem deu uma mãozinha, literalmente. Aos 37 minutos, Adriano disputou bola com a zaga e o goleiro, conseguindo descolar um passe para Jael. O atacante veio na corrida e tocou a bola para as redes com a mão após tentativa de corte do zagueiro. O juiz fez vista grossa e validou o gol, para desespero dos mineiros. Após o tento, a equipe visitante desanimou e entregou os pontos.

Melhor para o Bahia, que ainda teve tempo de ampliar. Após receber bola enfiada de Morais, Adriano limpou o goleiro e só teve o trabalho de tocar para as redes, já aos 44 minutos. E a perseguição ao G4 recomeça.

Próximos jogos
Os dois times voltam a jogar no final desta semana, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O Bahia visita a Portuguesa, às 16h10 deste sábado, no Canindé, enquanto que o América-MG recebe o São Caetano, às 21 horas da sexta, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.

FICHA TÉCNICA

Bahia 3 x 0 América-MG

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador-BA
Árbitro: Cleber Welington Abade-SP
Assistentes: Kildenn Tadeu Morais de Lucena-PB e Marcio Freire Lopes-PB
Cartões amarelos: Adriano (Bahia); Dudu Araxá, Dudu e Neto Maranhão (América-MG)
Cartão vermelho: Neto Maranhão e Dudu (América-MG)
Gols: Jael aos 19’/2T e 37’/2T, Adriano aos 44’/2T (Bahia)

Bahia
Renê; Jancarlos, Alison, Nen e Ávine; Fábio Bahia, Bruno Octávio, Morais, Rogerinho (Aleílson) e Vander (Adriano); Jael (Diego Corrêa).
Técnico: Márcio Araújo

América-MG
Flávio; Micão, Preto e Dudu; Marcos Rocha, Neto Maranhão, Dudu Araxá, Luciano (Thiago Silvy), Irênio e Zé Rodolpho (Nando); Fábio Júnior.
Técnico: Mauro Fernandes