Bahia perde e demite treinador

O Tricolor foi derrotado por 1 a 0. Robet, aos 38 minutos do segundo tempo, marcou o gol do Carcará.

A partida foi marcada por uma confusão envolvendo jogadores e presidente do Atlético com o trio de arbitragem, após um gol anulado dos donos da casa. Quando o presidente do Atlético, Albino Leite, agrediu pelas costas o Assistente Alessandro Matos.

Com o resultado, o Carcará chegou aos nove pontos ganhos e mantém as chances de classificação para as semifinais. Já o Bahia ficou com seus sete pontos e foi ultrapassado pelo Bahia de Feira. O Esquadrão precisa de um trinufo sobre o Vitória da Conquista, em Pituaçu, para garantir sua classificação sem depender de outros resultados.

No próximo domingo, o tricolor recebe o Vitória da Conquista em Pituaçu. Já o Atlético vai até Feira de Santana enfrentar o Bahia de Feira.

Benazzi é demitido:

O cargo de Benazzi já vinha balançando desde o início da última semana, quando foi ventilado o nome de Joel Santana para assumir a equipe. Na oportunidade, o presidente Marcelo Guimarães Filho negou o contato com o ex-treinador do Botafogo.

Com a demissão de Benazzi, o nome que ganha forças dentro do Fazendão é o do ex-treinador da dupla Ba-Vi, Renê Simões, demitido recentemente do Atlético/GO.

Ainda nos vestiários do Estádio Antônio Carneiro, antes de ser informado do seu desligamento do clube, o agora ex-técnico lamentou a derrota para o Carcará.

Campeonato Baiano – 17ª rodada
Atlético 1 x 0 Bahia
Estádio Antônio Carneiro

Atlético: Vinicius; Carlos Alberto, Emílio, Edi e Guga (Paulinho); Vaguinho, Naldo (Rafael), Antonio Carlos e Marcos Neves; Robert e Gil (Maurício Pantera). Técnico – Quintino Barbosa.

Bahia: Omar; Marcos, Thiego, Titi e Dodô (Mansour); Marcone, Boquita (Tressor Moreno), Hélder e Camacho (Maurício); Zezinho e Rafael. Técnico – Vágner Benazzi.