Bahia-FS 2×2 Vitória: Tudo igual nos primeiros 90 minutos

A primeira partida da final do Campeonato Baiano 2011 terminou empatada. Num jogo de falhas defensivas e bom público no Jóia da Princesa, o Tremendão de Feira e o Leão da capital ficaram no 2 a 2 e a decisão do título ficou para o próximo domingo (15), no Barradão. O Vitória joga por um novo empate para conquistar o inédito pentacampeonato.

Jogo foi equilibrado em FeiraJogo foi equilibrado em FeiraA melhor chance do primeiro tempo aconteceu logo aos 5 minutos, e foi o Vitória quem levou perigo. Nikão deu um drible desconcertante em Paulo Paraíba na entrada da área e ficou cara a cara com Jair, mas bateu por cima do gol.

Com mais posse de bola, o Bahia de Feira procurava o jogo com João Neto, mas assustava o goleiro Viáfara apenas em lances de bola parada. Aos 30 minutos, o treinador Arnaldo Lira resolveu fazer uma alteração tática no Tremendão, colocando Alysson no lugar de Francisco Júnior.

Na segunda etapa, Arnaldo Lira mexeu de novo da equipe na volta do intervalo, dessa vez por causa da contusão de Paulo Paraíba, que cedeu lugar a Alex Baiano. O jogo recomeçou com o time da casa com mais toque de bola, mas sem criar chances claras de gol.

Sem agredir o adversário, o Vitória jogava acuado, e acabou sofrendo um gol aos 14 minutos. João Neto foi na linha de fundo com liberdade e cruzou na cabeça de Diones, que apenas tocou para o o gol vazio, 1 a 0.

Com Rildo em campo, o treinador Antônio Lopes pedia mais velocidade ao time, que era envolvido pelo Tremendão. Aos 20 minutos, numa escapada pela direita, Nino Paraíba cruzou na medida e encontrou Elkeson, que cabeceou forte pra baixo pra vencer o goleiro Jair, 1 a 1.

Precisando vencer para reverter a vantagem Rubro-negra, Arnaldo Lira colocou novo fôlego na equipe, com Carlinhos, e a mudança teve resultado imediato. Aos 24 minutos, cruzamento na grande área e Carlinhos tocou na bola pela primeira vez para colocar o Tremendão de novo na frente.

Confuso em campo, o Vitória não ameaçava, e Antônio Lopes colocou o talismâ Neto Baiano aos 31 minutos. Mesmo sem inspiração, o time da capital conseguiu o empate aos 39 minutos na base da raça. Elkeson cruzou da direita e o zagueiro Reniê, natural de Feira de Santana, cabeceou no contrapé de Jair, 2 a 2. Nos minutos finais de jogo, Alison e Neto Baiano tiveram chances para virar o jogo, mas sem sucesso.

Ficha técnica:

Bahia de Feira(2): Jair, Léo, Paulo Paraíba (Alex Baiano), Alex Alagoano e Edson; Lau, Rogério, Francisco Júnior (Alysson) e Diones; João Neto e Diego (Carlinhos).
Técnico:
Arnaldo Lira

Vitória (2): Viáfara, Nino, Alison, Reniê e Eduardo Neto; Duylio, Uelliton e Mineiro; Elkeson (Gabriel Paulista), Geovanni (Neto Baiano) e Nikão (Rildo).
Técnico:
Antônio Lopes.

Local: Estádio Jóia da Princesa, em Feira de Santana
Data
: 08/05/2011Horário: 16h00
Árbitro:
Sálvio Spínola Fagundes (Fifa SP)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (Fifa SC) e Guilherme Dias Camilo (MG)