Bahia fica no empate com o Inter

O Tricolor baiano chegou ao segundo jogo sem derrota e aparece na 13ª colocação, com 19 pontos, estando na zona de classificação para a Copa Sul-Americana do ano que vem. Enquanto isso, o Inter aparece em sétimo lugar, com 23 e começa a ver os concorrentes na luta pelo título cada vez mais distantes.

Jogão e artilheiro marca
Com os dois times em busca da vitória, a partida começou bastante disputada e o Bahia criou a primeira chance aos cinco minutos, quando Jô invadiu a área e bateu para grande defesa de Marcelo Lomba. Na sequência, Muriel rebateu falta cobrada por Ricardinho e a bola sobrou limpa para Carlos Alberto, que completou. No entanto, o árbitro já estava assinalando impedimento.

Aos 16 foi a vez do Inter ter um gol anulado. Após dividir com Paulo Miranda, Jô tocou na saída de Marcelo Lomba, mas o árbitro marcou falta do atacante em cima do zagueiro. Depois, Jobson tentou recuar para o goleiro, mas pegou mal. Atento, Lomba saiu de carrinho afastando o perigo antes que Leandro Damião ficasse com a bola livre.

Com bom toque de bola, o Tricolor baiano chegou com perigo aos 26 minutos. Carlos Alberto recebeu na entrada da área e bateu para fora. A bola passou raspando a trave de Muriel. Depois, o Inter quase abriu o placar. Jô bateu cruzado e Marcelo Lomba conseguiu fazer a defesa com os pés. A partida continuava bastante movimentada.

O atacante Jô acabou levantando demais o pé e o árbitro assinalou jogo perigo, marcando tiro livre indireto dentro da área. Carlos Alberto bateu e Muriel fez a defesa. No rebote, Jóbson dividiu com o goleiro, que evitou novamente o gol. Um pouco melhor em campo, o Internacional abriu o placar aos 40 minutos.

Muriel deu um balão para frente, a zaga do Bahia acabou falhando e a bola sobrou para o atacante Leandro Damião, que tocou na saída de Marcelo Lomba. O Colorado poderia ter ampliado aos 48. Elton cobrou falta com força e o goleiro do Bahia rebateu nos pés de Tinga, que desperdiçou um gol feito mandando para fora.

Expulsões e empate
Atrás do marcador e precisando da vitória para se distanciar da zona de rebaixamento, o Bahia começou em cima e criou duas boas oportunidades no começo do segundo tempo. Aos quatro minutos, Ricardinho cobrou falta no canto esquerdo e Muriel fez a defesa. Na sequência, Carlos Alberto deixou um marcador para trás e bateu com força. O goleiro do Inter salvou novamente.

Aos 15 minutos, Gabriel foi até a linha de fundo e cruzou, mas Reinaldo atrasou e perdeu a oportunidade de balançar as redes. No entanto, o Bahia viu sua situação ficar complicada na sequência, quando Fabinho cometeu falta na entrada da área e recebeu o segundo amarelo, sendo expulso pelo árbitro.

Com a entrada de Lulinha, o Tricolor baiano mostrou certa evolução e tinha maior posse de bola, tanto que chegou com perigo aos 29 minutos. Fahel aproveitou cobrança de escanteio de Ricardinho e desviou de cabeça. A bola tinha endereço certo, mas Elton salvou em cima da linha. Na sequência, Índio colocou a mão na bola dentro da área e o árbitro acabou assinalando pênalti.

Jóbson pegou a bola e bateu com força, no canto esquerdo de Muriel, que acertou o lado, mas não conseguiu fazer a defesa e impedir o empate. Animado com o gol, o Bahia partiu para cima em busca da virada. Aos 39, Ávine desceu com velocidade e cruzou rasteiro, mas a zaga do Inter aliviou o perigo antes que a bola chegasse em Jóbson.

O final da partida foi bastante movimentado e com chances para os dois times até o fim. Aos 43, Jóbson arriscou de longe e a bola passou raspando a trave. Depois, João Paulo aproveitou rebote dentro da área e bateu de virada, mas foi para fora, assustando o goleiro Marcelo Lomba.

Próximos jogos
O Bahia volta a campo na próxima quinta-feira, quando enfrenta o Palmeiras, às 21 horas, no Estádio do Canindé, pela 17ª rodada do Brasileirão. Enquanto isso, o Internacional enfrenta o Botafogo na quarta-feira, às 19h30, no Estádio Beira Rio.

Ficha Técnica:

Bahia 1  x  1 Internaciona

Bahia: Marcelo Lomba; Gabriel , Paulo Miranda, Thiego e Ávine; Fahel, Fabinho, Ricardinho e Carlos Alberto (Lulinha); Reinaldo (Jones) e Jóbson. Técnico: René Simões

Internacional: Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Zé Mario; Elton, Wilson Matias (Glaydson), Tinga (Augusto) e João Paulo; Jô  (Rodrigo Moledo)e Leandro Damião. Técnico: Osmar Loss.

Local: Estádio de Pituaçu

Data: 14/08/2011

Horário: 18h30

Arbitragem: Gutemberg de Paula Fonseca

Assistentes: Luiz A. Muniz de Oliveira e Rodrigo F. Henrique Correa.