Publicidade


Bahia enfrenta o Atlético-PR pela Copa do Brasil

O Bahia encerrou as atividades nesta terça-feira, no Fazendão, visando o jogo contra o Atlético-PR, nesta quarta-feira, às 21h50, no estádio de Pituaçu, pela Copa do Brasil.

Na primeira parte do treinamento, o técnico Chiquinho comandou o tradicional rachão e logo em seguida realizou um trabalho coletivo. Nesse trabalho foi feito um coletivo tático sob a orientação do treinador. O time foi formado por Omar; Marcos, Thiego, Titi e Dodô; Rafael Jataí, Marcone, Camacho e Ramon; Zezinho e Souza.

As novidades ficam por conta do meia Camacho que ganhou a vaga de Boquita, no lugar de Hélder entra Rafael Jataí. No ataque também terá mudança, saindo Rafael, e Souza entra no seu lugar.

Após o treinamento, os jogadores seguiram para a concentração, onde permanecerão até momentos antes da partida contra o time paranaense.

O técnico Chiquinho de Assis confirmou em entrevista coletiva realizada na tarde desta terça-feira, no Fazendão, a entrada de Camacho na vaga de Boquita para a partida contra o Atlético-PR, nesta quarta-feira, às 21h50, no estádio de Pituaçu.

“Conversei com a comissão técnica e decidimos pelo Camacho para ganharmos em velocidade. O Boquita tem uma posição funcional e vai ser muito importante para gente na temporada”, comentou o técnico Chiquinho de Assis.

Sobre a partida, o treinador prega o respeito ao adversário, mas não a omissão. “O Atlético é um time que temos que ter muito respeito por se tratar de um grande time do futebol brasileiro. Só que não podemos entrar só para marcar e temos que criar problemas para eles”, finalizou o treinador.