Bahia empata em casa com o Bragantino

O Bahia apenas empatou o Bragantino em Pituaçu por 1 a 1, e perdeu a chance de terminar bem o primeiro turno da Série B, o gol Tricolor foi marcado pelo atacante Jael, de cabeça.

A primeira boa chance do jogo foi aos 9 minutos com Rogerinho, que driblou dois jogadores e cruzou para Adriano, que quase marcou na pequena área. Aos 13 minutos, o Bahia pediu pênalti em cabeçada do zagueiro Nen. Marcos Aurélio desviou a trajetória da bola com a mão dentro da área, mas o árbitro da partida nada marcou.

O Bahia articulava boas jogadas no meio-campo, e o Bragantino apelava para faltas próxima a área. Aos 22 minutos Jancarlos cobrou falta na cabeça de Jael, que marcou seu oitavo gol na competição, ultrapassando Rodrigo Grahl, com sete.

Aos 25 minutos, o Bragantino quase empatou o jogo. Jogada de Éder pela direita e duas ótimas defesas de Renê, que salvou o Bahia em chutes à queima roupa. Aos 31, o Bragantino chegou mais uma vez, boa tabela de João Salles e Léo Jaime e Renê foi obrigado a fazer mais uma grande defesa.

Na segunda etapa, o Bahia retornou sem alterações, assim como o Bragantino. O time paulista insistia com jogadas pela direita, mas sem levar perigo à defesa Tricolor. Aos 7 minutos, Léo Jaime arriscou de longe, por cima do gol de Renê.

O Tricolor jogava melhor e tentava trocar passes no campo de ataque, contando com as investidas de Ávine e Adriano, cavando faltas próximas da grande área do Bragantino. O time do treinador Marcelo Veiga passou a fazer ligação direta da defesa para o ataque, pois era sufocado pelo Bahia, e não conseguia sair jogando.

O goleiro Renê ia se transformando no melhor jogador em campo. Aos 23 minutos, falta cobrada por Nego e Renê fez uma plástica defesa, salvando o Bahia mais uma vez. Aos 24 minutos, não deu para a “muralha” Tricolor. Cruzamento da esquerda e gol de Welton, que aproveitou falha de Bruno Otávio para marcar de cabeça.

O treinador Márcio Araújo colocou Rodrigo Grahl e Ananias para tentar a vitória, mas o time esbarrava no nervosismo. Após o gol de empate, o time paulista começou a se sentir mais à vontade em campo, mas perdeu força com a expulsão de Silas, que tinha acabado de entrar.

Com um jogador a mais a partir dos 35 minutos, o Tricolor foi pra cima do Brangantino, mas insistia em cruzamentos, sem objetividade. O time paulista, todo encolhido, segurou de todas as formas o empate fora de casa. A última chance do Bahia foi com Jael, que tentou de bicicleta.
Bahia 1 x 1 Bragantino
Campeonato Brasileiro – Série B – 19ª rodada

Data: 03/09/2010, às 21h
Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador(BA)
Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique-RJ (Fifa) auxiliado por Ricardo Almeida (RJ) e Claudio Soares (RJ)

Bahia: Renê; Jancarlos, Alison, Nen e Ávine; Fábio Bahia, Bruno Octávio, Morais, Rogerinho(Ananias);  Adriano(Rodrigo Grahl) e Jael. Técnico: Márcio Araújo.

Bragantino: Gilvan; Everaldo, Marcos Aurélio e Murilo Henrique (Júnior Lopes); Julio Cesar, Eder, Rodriguinho, Léo Jaime e Nego; Diego(Silas) e João Salles(Welton). Técnico: Marcelo Veiga.

com informações do futebolbaiano.net