Bahia empata com Coritiba

O duelo de líderes da Série B terminou empatado no estádio de Pituaçu. Bahia e Coritiba ficaram no 1 a 1 num jogo que só teve gols nos minutos finais da partida.

Felipe Oliveira/felipeoliveira.fot.br
(Felipe Oliveira/felipeoliveira.fot.br)
Tricolor quase assumiu liderança isolada

Jogando com o uniforme número 3, em homenagem à colônia espanhola em Salvador, o Bahia começou a partida tomando sufoco do Coxa. Aos 5 minutos, o goleiro Fernando fez grande defesa em finalização de Leonardo, dentro da grande área. Aos 11 minutos, Tcheco bateu da entrada da área, e o chute passou tirando tinta da trave Tricolor.

O time paranaense levava muito perigo em faltas cobradas por Marcos Aurélio. O Tricolor contava com o apoio de Ávine pela esquerda, e explorava o atacante Adriano, sempre pelas beiradas. Aos 21 minutos o lateral-esquerdo do Bahia exigiu boa defesa de Vanderlei, em chute cruzado.

O primeiro tempo teve um lance que preocupou a comissão técnica dos dois times. O goleiro Fernando dividiu com o zagueiro Luizão e o lateral Triguinho. O jogador do Coxa saiu de campo com suspeita de fratura na perna esquerda. A partida ficou paralisada por 8 minutos.

Aos 38 minutos, o lateral-direito Arilton fez cruzamento para a área, Adriano se esbarrou com Cleiton e o árbitro marcou pênalti. Jael bateu com displicência e a bola passou à esquerda do gol de Vanderlei. O meia Morais ainda perdeu uma ótima chance para abrir o placar, mas chutou fraco após receber passe de Jael.

Na segunda etapa, Márcio Araújo resolveu colocar Rodrigo Grahl no lugar de Jael, que recebeu terceiro cartão amarelo e está fora do jogo contra o Brasiliense. O Bahia seguia sem poder de criação no meio-campo e as jogadas mais perigosas vinham do time paranaense.

A torcida Tricolor mostrava impaciência a cada lance perdido da equipe, que, nervosa, apelava para a ligação direta da defesa para o ataque. O volante Marcone até assustou em chute de longa distância, aos 22 minutos.

Vendo o Coritiba melhor na partida, Araújo colocou Ananias no time, e sacou o lateral Arilton. Aos 31 minutos o time visitante chegou com Leonardo, que perdeu chance incrível ao furar de frente para o gol.

Aos 40 minutos, o Bahia conseguiu abrir o placar em um lance isolado. Bola levantada no campo de ataque e desvio de Rodrigo Grahl. A bola sobrou para Everton, que encobriu o goleiro Vanderlei, na sua primeira participação na partida.

Quando a torcida já celebrava a liderança da competição, o atacante Bill aproveitou bola recebida na entrada da área e bateu Fernando, aos 47 minutos, dando números finais à partida.

Bahia 1 x 1 Coritiba
Campeonato Brasileiro – Série B – 33ª rodada
Data:
02/11/2010 (Terça-feira), às 20h (Horário de Salvador)
Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Arbitragem: Marcos André Gomes da Penha (ES), auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (SP) e José Ricardo Maciel Linhares (ES).

 Bahia: Fernando; Arilton (Ananias), Luizão, Nen e Ávine; Fábio Bahia, Marcone, Hélder e Morais; Adriano e Jael (Rodrigo Grahl). Técnico: Márcio Araújo.

 Coritiba: Vanderlei; Angelo (Willian), Jeci, Cleiton e Triguinho (Lucas Mendes);Leandro Donizete, Tcheco (Bill), Rafinha e Marcos Aurélio; Enrico e Leonardo. Técnico: Ney Franco.

Informações futebolbaiano.net