Bahia

 

Apesar da derrota de 3 a 1 para o Internacional no último domingo, no Beira-Rio, o Bahia segue como líder do returno do Campeonato Brasileiro, com 14 pontos em sete jogos disputados, e espera continuar com esse ‘título’ até o final das 38 rodadas.

Com mais uma vitória no returno, o Bahia já consegue igualar o desempenho feito nas primeiras 19 rodadas da Série A – terminou o primeiro turno com 17 pontos, na 16ª colocação, bastante próximo à zona de rebaixamento. Porém, no returno, com Jorginho como comandante, a história vem sendo diferente.

“Não é anormal [derrota para o Inter], mas não pode acontecer. Temos jogos complicados pela frente. Queremos ser campeões do turno. Sofremos uma derrota pelos erros que tivemos. Vamos trabalhar, porque domingo tem o Botafogo”, disse Hélder.

O excesso de erros do Bahia, aliás, foi apontado pelo elenco tricolor como principal ‘responsável’ pela derrota, que veio após sete jogos de invencibilidade. “Hoje erramos passes e eles fizeram os dois primeiros gols. Não podemos baixar a guarda. Estamos fazendo um bom segundo turno e vamos tentar manter isso”, disse Danny Morais.

Claudio Pitbull, que entrou no decorrer da partida, seguiu a mesma linha, dando ênfase aos problemas de finalização que puderam ser vistos no Bahia durante o jogo: “Poderíamos ter saído daqui com outro resultado. Tivemos chances de marcar, mas desperdiçamos. Isso não pode acontecer. Vamos trabalhar para corrigir essa falha”.
O Bahia volta a campo no próximo domingo, quando recebe o Botafogo do craque Clarence Seedorf. O duelo, válido pela 27ª rodada do Brasileiro, acontece no estádio de Pituaçu, às 16h.

Informações Do UOL, em São Paulo