Bahia 1 x 1 Vila Nova-GO – Tricolor sua, mas arranca empate

Em um jogo em que ficou a maior parte do tempo atrás do marcador, o Bahia conseguiu arrancar um empate, por 1 a 1, contra o Vila Nova, na noite desta terça-feira, pela 23ª rodada da Série B do Campeonato  Brasileiro e conseguiu garantir sua presença no G4 até o final da rodada. O jogo aconteceu no Estádio de Pituaçu, para um público de mais de 31 mil pagantes.

O resultado deixou o time baiano com 41 pontos não podendo ser ultrapassado pelo quinto colocado, América-MG, que ainda ficaria com um ponto a menos. Por outro lado, o time goiano segue próximo da zona de rebaixamento, com 27 pontos. Este empate quebrou uma sequência de seis vitórias consecutivas do time.

O jogo
Tentando bater o recorde de vitórias consecutivas na Serie B, o Vila Nova começou tomando pressão no jogo e sendo marcado no campo de ataque pelo Bahia. Logo aos quatro minutos, o time da casa perdeu grande oportunidade de abrir o placar. Jael recebeu passe de Ananias, invadiu a área e bateu forte, mas a bola acabou indo por cima do gol de Max.

Bem postado, o time de Ademir Fonseca foi fatal em sua primeira chance de ataque. Aos 12 minutos, Roni recebeu lançamento longo pelo lado direito, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro. O atacante Bruno Lopes foi mais esperto que Fernando e Alisson, que ficaram parados, e, de bico, tocou para o fundo do gol.

Com o placar adverso a situação do Bahia piorou quando o atacante Jael, artilheiro do time na Série B, precisou ser substituído após um choque de cabeça com o zagueiro Juninho e teve que sair do estádio. Apesar de ficar sem seu principal atacante, o time baiano continua a pressionar, algumas vezes até desordenadamente, e, principalmente, em bolas áreas.

O zagueiro Nen teve duas chances claras de igualar o marcador. Primeiro, aos 34 minutos, o defensor subiu mais que a defesa do Vila Nova e testou, livre, mas a bola passou tirando tinta da trave de Max. Em seguida, aos 37 minutos, novamente o camisa três, aproveitou cruzamento, desta vez, ele dominou no peito e finalizou de perna direita para defesa segura do goleiro goiano.

No final do primeiro tempo, o Vila Nova voltou para o jogo e quase ampliou o placar nos acréscimos. Após cobrança de falta violenta de Leandrão, o goleiro Fernando não conseguiu encaixar a bola e deu rebote, Alisson e Roni dividiram a bola e o jogador baiano conseguiu fazer o corte.

Segundo tempo
Na volta dos vestiários, Márcio Araujo, treinador do Bahia colocou o meia Moraes no lugar de um volante e, com isto, time da casa se lançou ao ataque e nos primeiros dez minutos pressionou o Vila Nova, mas sem levar muito perigo.

Por outro lado, no contra-ataques, o time visitante era incisivo. Aos 14 minutos, Roni achou Bruno Lopes dentro da área, o atacante cortou dois zagueiros e finalizou de perna esquerda, tirando tinta do poste de Fernando, goleiro do Bahia.

Depois de ficar bastante tempo no campo de ataque, levando bola na área do time visitante, o Bahia conseguiu o empate nos minutos finais. Aos 43 minutos, Ávine levantou para área, Mendes ajeitou de cabeça e Adriano, livre, teve o trabalho de apenas empurrar para o gol.

Próximos jogos
O Bahia volta a campo no próximo sábado, às 15h50, contra o Sport, na Ilha do Retiro, em Recife. Um dia antes, às 21 horas, o Vila Nova enfrenta o Paraná, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Ficha Técnica

Bahia 1 x 1 Vila Nova

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador-BA
Público: 31.794 pagantes
Renda: R$ 751.977,00
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden-RS (Fifa)
Assistentes: José Javel Silveira-RS e Tatiana Jacques de Freitas-RS
Cartões amarelos: Alisson, Helder (Bahia); Leandrão e Júnior
Gols: Adriano, aos 43’/2T; Bruno Lopes, aos 12’/1T (Vila Nova)

Bahia
Fernando; Jancarlos, Alisson, Nen e Ávine; Bruno Octávio (Moraes), Fábio Bahia, Hélder e Ananias (Mendes); Adriano e Jael (Rodrigo Graal).
Técnico: Márcio Araújo.

Vila Nova
Max; Ivan, Éder Lima, Leandrão e Carlos Alberto; Juninho (Erick), Adilson, Davi Ceará (Júnior) e Davi; Roni (Max Pardalzinho) e Bruno Lopes.
Técnico: Ademir Fonseca.