Bahia 0 x 2 Palmeiras: Tricolor não consegue vencer mesmo jogando em casa

O Bahia perdeu uma boa chance de se livrar de vez da ameça do rebaixamento e se aproximar de uma inédita classificação à Copa Sul-Americana neste domingo, ao perder para o Palmeiras por 2 a 0, no estádio de Pituaçu lotado de tricolores.

Joel Santana resolveu começar a partida com Carlos Alberto entre os titulares, mas o meio-campo Tricolor foi pouco criativo na primeira etapa. Aos 10 minutos, a primeira chance do jogo foi do Palmeiras. Cruzamento de Valdivia e cabeçada de Ricardo Bueno que Marcelo Lomba cabeceou com segurança.

Aos 20 minutos, a jogada mais letal do time palmeirense deu certo. Cobrança de escanteio de Marcos Assunção, cabeçada na trave de Luan e Ricardo Bueno completou para o gol de peixinho, na linha do gol, 1 a 0.O Bahia seguia sem ameaçar o gol paulista e só chegou com perigo aos 29 minutos, em jogada de Lulnha no bico da área e chute forte no centro do gol, para defesa segura de Deola. Aos 38 minutos, o Palmeiras chegou com perigo em cobrança potente de falta do zagueiro Thiago Heleno, que Marcelo Lomba defendeu em dois tempos.

Joel tira Camacho e volta com Júnior pro segundo tempo

Precisando reverter o resultado desfavorável em casa, o treinador do Bahia Joel Santana resolveu colocar Júnior no lugar de Camacho, deixando o Tricolor mais ofensivo. Apesar da mundança no time, a primeira chegada foi do Palmeiras, aos dois minutos, em chute forte de Luan que Marcelo Lomba defendeu no reflexo. Aos cinco, o Bahia respondeu com Júnior, que bateu rasteiro mas a zaga palmeirense afastou.

Aos sete minutos, o chileno Valdivia acertou um chutaço de fora da área, no ângulo, mas encontrou Marcelo Lomba mais uma vez em noite inspirada, com mais uma defesa espetacular na Série A 2011. Mais uma vez improdutivo, Carlos Alberto deu lugar ao talismã Nikão, aos 14 minutos. Aos 15, Valdivia deu passe magistral para Luan, que bateu rasteiro para mais uma defesaça de Marcelo Lomba.

“Papai Joel” via o Bahia sem velocidade e colocou Maranhão no lugar do improvisado Helder, aos 21 minutos. Aos 27, Valdivia recebeu dentro da área e marcou no contrapé de Lomba, mas estava impedido. Aos 28, foi a vez de Júnior marcar para o Tricolor, mas teve seu gol anulado.

Pressionando no calor da torcida, mas sem qualidade para criar chances reais, o Bahia mais uma vez decepcionou o massa presente e deixou o campo ainda preocupado com o risco de descenso. Aos 45, Marcos Assunção deu o golpe final no Bahia e marcou mais um belo gol de falta em sua carreira, 2 a 0.

Bahia (0): Marcelo Lomba; Gabriel, Paulo Miranda, Titi e Hélder (Maranhão); Fahel, Camacho (Júnior), Diones e Carlos Alberto (Nikão); Lulinha e Souza. Técnico: Joel Santana.

Palmeiras (2): Deola; Cicinho; Thiago Heleno, Leandro Amaro e Gerley; Marcos Assunção, Márcio Araújo, Patrik (João Victor) e Valdívia (Chico); Ricardo Bueno (Dinei) e Luan. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Data: 20/11/2011

Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)

Horário: 19h (de Brasília)

Arbitragem: Cláudio Francisco Lima e Silva.

Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés e Clériston Clay Barreto Rios.