Avaí vence São Paulo no Morumbi

O Brasileirão voltou nesta quarta-feira. Mas o São Paulo parece que ainda está no período dos treinamentos. Muito mal, o Tricolor acabou surpreendido pelo Avaí e perdeu por 2 a 1, mesmo jogando no Morumbi.

O primeiro tempo da partida foi muito fraco tecnicamente. O São Paulo demonstrou estar sem ritmo de jogo por conta da pausa de mais de um mês para a Copa do Mundo. Curiosamente, a parada fora muito comemorada pelos jogadores do clube, que reclamavam de cansaço.

A única chance do Tricolor em toda a primeira etapa foi aos 7 minutos, em lance em que Rogério Ceni cobrou falta com muito perigo. Muito pouco para um time que está nas semifinais da Libertadores.

Aproveitando-se do “parado” São Paulo, o Avaí teve a melhor oportunidade da primeira metade do jogo. Aos 17 minutos, Robinho lançou Roberto em velocidade pela direita, o atacante venceu Alex Silva na corrida, e chutou na saída de Ceni, que contou com a sorte, e viu a bola explodir na trave esquerda dele.

O lance mostrou o caminho das pedras para os visitantes, que continuaram explorando o setor esquerdo da zaga tricolor, onde Richarlyson atuava improvisado. Em um desses lances, Alex Silva foi obrigado a cometer falta dura em Roberto.

O tempo complementar começou com um panorama parecido com o do começo da partida, com as duas equipes tocando a bola, sem grande efetividade. Porém, uma “blitz” do ataque do Avaí modificou toda a partida.

Aos 15 minutos, Patric recebeu, mais uma vez pelo lado esquerdo da zaga do São Paulo, e chutou forte para o meio da área. Roberto apareceu sozinho para desviar e tirar qualquer chance de defesa do goleiro do Tricolor.

Os visitantes não pararam por aí. Aos 20, novamente Roberto fez boa jogada, e cruzou para Vandinho, sozinho dentro da pequena área, ampliar o marcador e escancarar a fragilidade defensiva do time paulista.

Deste momento em diante, o Tricolor se viu obrigado a partir para cima dos catarinenses em busca do resultado.

Sem muita criatividade, na base do abafa, aos 31 minutos o São Paulo diminuiu em boa jogada de Dagoberto. O atacante tocou para Cleber Santana, que rolou para Hernanes, mesmo atrapalhado por Fernandão, bater firme, no alto, sem chance para o goleiro Renan.

O gol acuou ainda mais o time de Santa Catarina, que abdicou de ir ao ataque. Mesmo assim, o time da casa não criou mais chances claras de gol, apenas tocando a bola sem conseguir furar o bloqueio imposto pelo Avaí.

O São Paulo, assim, perde a chance de entrar no G4, enquanto o time catarinense sobe e assume a sexta posição no campeonato.

Na próxima rodada, domingo, o Tricolor enfrenta o Vitória, no Barradão. Já o Avaí volta a atuar em casa, e recebe o time do Palmeiras, na Ressacada.

FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO 1 X 2 AVAÍ

Estádio: Morumbi, São Paulo (SP).
Data/hora: 14/7/2010 – 19h30 (de Brasília).
Árbitro: Franscisco Nascimento (AL).
Auxiliares: Erich Bandeira (PE-Fifa) e Alessandro de Matos (BA-Fifa).
Renda/público: Não disponíveis.
Cartões amarelos: Richarlyson e Alex Silva (SAO); Eltinho, Gabriel e Vandinho (AVA).
GOLS:Roberto, 15’/2ºT (0-1); Vandinho, 20’/2ºT (0-2) e Hernanes, 31’/2ºT (1-2).

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Miranda, Alex Silva e Richarlyson; Jean; Rodrigo Souto (Cléber Santana, 14’/2ºT), Hernanes (Washington, 40’/2ºT) , Marlos e Junior Cesar; Dagoberto e Fernandão. Técnico: Ricardo Gomes.

AVAÍ: Renan, Patric, Emerson, Gabriel e Eltinho (Marcos, 36’/2ºT); Marcinho Guerreiro, Rudnei (Diogo Orlando, 32’/2ºT), Rivaldo e Caio; Robinho (Vandinho, 12’/12T) e Roberto. Técnico: Antonio Lopes.