Avaí 3 x 1 Emelec-EQU – Leão avança e garante brasileiro na final da Sul-Americana

Apesar do susto tomado logo a um minuto, o Avaí derrotou o Emelec, por 3 a 1, no Estádio  da Ressacada, em Florianópolis, na noite desta quinta-feira e conseguiu a classificação às quartas de final da Copa Sul-Americana.

Na próxima fase, o Avaí vai ter um confronto brasileiro pela frente. Pelas quartas de final da competição, os catarinenses irão enfrentar o Goiás, que passou pelo Peñarol, na última quarta-feira. Ambos lutam contra o rebaixamento no Brasileirão.

Além disto, o resultado garantiu a presença de um brasileiro na final da competição, já que times de mesmo país se enfrentam antes da final, ou seja, como o vencedor de Avaí e Goiás encara o vencedor de Palmeiras e Atlético-MG nas semifinais, o melhor brasileiro será o finalista.

O jogo
Querendo completar o quarteto brasileiro nas quartas de final da competição, o Avaí tomou um susto no começo da partida. Logo à um minuto, o Emelec abriu o placar. Após cruzamento do lado esquerdo, Rojas apareceu livre no segundo pau para tocar de carrinho para o fundo do gol.

Mal na marcação e na saída de bola, o time catarinense só conseguiu criar sua primeira chance de gol aos 13 minutos. Após chute mascado de Roberto, a bola ficou viva dentro da área e Rudnei complementou com força para o gol, mas o chute acabou saindo pela linha de fundo.

O Avaí encontrava muitas dificuldades para criar oportunidades, pois os equatorianos marcavam forte, algumas vezes até com certa violência. Outra boa chance avaiana veio só aos 43 minutos, após cabeçada de Emerson, que passou perto do gol de Elizaga.

Que virada!
Diferentemente do primeiro tempo, Benazzi mexeu com o brio dos jogadores no intervalo e voltou com o meia Válber jogando pelo lado direito, confundindo completamente o sistema defensivo do time equatoriano.

As mudanças (psicológicas e táticas) fizeram efeito e o time da casa conseguiu o empate logo aos dois minutos. Após cruzamento do lado esquerdo, o goleiro Elizaga saiu do gol de forma errada e, oportunista, Roberto desviou de cabeça para o gol.

O gol acendeu a torcida e o time, que não demorou a conseguir o empate. Aos quatro minutos, Roberto é lançado em velocidade e bateu para o gol. A bola tocou na trave e sobrou limpa para Eltinho, que só teve o trabalho de tocar para o gol vazio.

Um minuto depois o gol que garantiu a vaga saiu. Após cobrança de escanteio, Emerson Nunes subiu mais que o goleiro Elizaga e meio desequilibrado desviou de cabeça para o gol para explodir o torcedor na Ressacada.

Com a vantagem necessária obtida, o Avaí passou a administrar o jogo e tentar ampliar o placar nos contra-ataques, já que o time equatoriano tentou partir para cima da equipe da casa, mas não teve forças para tal feito.

Ficha Técnica

Avaí 3 x 1 Emelec-EQU

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis-SC
Árbitro: Patrício Polic-CHI
Assistentes: Francisco Mondría-CHI e Juan Antônio Maturana-CHI
Cartões amarelos: Zé Carlos, Emerson, Válber, Bruno Silva, Roberto (Avaí); Elizaga, Achilier, Fleitas, Gimenez, Gaibor, Torres
Gols: Roberto, aos 2’/2T, Eltinho, aos 7’/2T e Emerson Nunes, aos 8’/2T (Avaí); Rojas, a 1’/1T (Emelec)

Avaí
Zé Carlos; Marcos (Válber); Emerson Nunes, Emerson e Eltinho; Bruno Silva, Rudnei, Caio e Jéferson ; Robinho (Pará) e Roberto (Marcelinho).
Técnico: Vagner Benazzi.

Emelec
Elizaga; Carlos Quiñónez, Achilier (Biglieri), Giménez e Fleitas; Wila (Torres), Gaibor, Quiróz e Valencia (José Quiñonez); Rojas e Ayoví.
Técnico: Jorge Luis Sampaoli.