Atlético-MG x Bahia – vencer para fugir da zona de rebaixamento

Após se envolver polêmica com o clube no início do ano, Joel Santana assumiu o Bahia e estreou no meio da semana. Porém, a estreia não foi do jeito que Joel e o clube queriam e o resultado de 2 a 1 favorável para o Grêmio deixou todos mordidos. Querendo dar a volta por cima, o Bahia enfrentará o Galo, mas terá cinco desfalques para a partida.

O goleiro Marcelo Lomba e o lateral-esquerdo Dodô, ambos vetados pelo departamento médico, já eram desfalques esperados. No lugar de Lomba, o goleiro Tiago, ex-Vasco, vem atuando bem e continua na meta. Já no lugar de Dodô, Marcos e Maranhão disputam quem começa jogando.

Os outros três desfalques podem fazer a diferença. O experiente volante Fabinho recebeu o terceiro amarelo e não joga. Diones seria o candidato mais provável a entrar em campo, mas também foi vetado pelo DM. Agora quem deve formar a dupla de volantes com Fahel é Marcone.

No ataque, desfalque certo é do atacante Souza. O goleador recebeu o terceiro cartão amarelo e não joga, com Júnior entrando em seu lugar. A preocupação fica por conta de Reinaldo. Sentindo dores na coxa, Reinaldo será melhor avaliado, mas deve entrar em campo. Se não jogar, Jones será seu substituto.

O destaque do time será a presença de dois meias na equipe, aposta do treinador para deixar o time mais técnico e com mais posse de bola. Ricardinho e Carlos Alberto formarão o meio-campo com Fahel e Marcone e terão a missão de abastecer o ataque. Ricardinho saiu do Galo ainda neste ano dispensado por Dorival Júnior e deve querer provar que o Atlético-MG fez errado.

Ficha Técnica

Atlético x Bahia
Fase
Única
Rodada
23ª
Data
11/09/2011
Horário
18h00
Local
Arena do Jacaré, em Sete Lagoas

Árbitro
Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)

Assistentes
Emerson Augusto de Carvalho-SP e Marcelo Carvalho Van Gasse-SP

Atlético

Renan Ribeiro;
Mancini, Werley, Réver e Triguinho;
Pierre, Fillipe Soutto, Serginho e Daniel Carvalho;
Neto Berola e Magno Alves.

Técnico: Cuca

Bahia

Tiago;
Jancarlos, Paulo Miranda, Titi e Maranhão (Marcos);
Marcone, Fahel, Ricardinho e Carlos Alberto;
Reinaldo (Jones) e Júnior.

Técnico: Joel Santana