Atlético-MG 2 x 3 Vitória: o Rubro-Negro voltou!

Em jogo disputado na cidade de Sete Lagoas, o Vitória venceu o Atlético-MG e alcançou o segundo triunfo como visitante no Brasileirão. Os gols da vitória Rubro-negra foram marcados pelo goleiro Viáfara, de pênalti, Egidio, e Henrique.

A partida começou com o time da casa pressionando o Leão, mas logo aos 4 minutos Egidio lançou Elkeson, que foi derrubado dentro da área pelo goleiro Fabio Costa. Viáfara cobrou pênalti com categoria, no ângulo esquerdo.

O Galo seguiu presionando o Vitória, mas não levava perigo. Aos 15 minutos, Henrique chutou cruzado e Egidio completou para o gol, batendo rasteiro, ampliando o placar. No minuto seguinte, o time mineiro quase diminui. Jogada de Diego Tardelli e cabeçada de Obina no travessão.

Aos 27 minutos, em jogada duvidosa, Anderson Martins obstruiu Serginho e recebeu o segundo cartão amarelo, deixando o time com 10 homens em campo. Para compor a defesa, Ricardo Silva tirou Elkeson e colocou o zagueiro Reniê.

No final do primeiro tempo, aos 41 minutos, Daniel Carvalho diminuiu para o Atlético em chute de fora da área. A bola ainda desviou na zaga e traiu o goleiro Rubro-negro.

Na segunda etapa,  o Vitória continuou fechado na defesa, sendo sufocado pelo Atletico desde os primeiros minutos. O time baiano escapava poucas vezes no contra-ataque, contando apenas com Junior, isolado na frente.

O time da casa tinha muito mais posse de bola e dominava completamente a partida. Aos 20 minutos, cruzamento da esquerda de Leandro e cabeçada de Obina, no rebote do goleiro, gol de Neto Berola.

O jogadores de ambas as equipes estavam muito nervosos, reclamando muito das marcações do arbitro sergipano. Aos 26 minutos Ricardo Silva colocou Jonas no lugar de Cesar Santiago, que não fez uma boa estréia, e Schwenck no lugar de Junior, visivelmente cansado.

O atacante Neto Berola, ex-Vitória, infernizava a defesa Rubro-negra num jogo que se transformava em ataque contra defesa. A virada atleticana parecia questão de tempo, mas o Vitória conseguiu marcar o seu terceiro gol.

Boa jogada de Schwenck dentro da área, que protegeu a bola e tocou para Henrique tocar no canto direito do goleiro, que ainda tocou nela antes de entrar. O gol foi uma ducha de água fria para a torcida presente.

No restante da partida, o Leão conseguiu segurar o resultado na base de chutões e de muita raça dos jogadores em campo. O time encerra o jejum de 7 partidas sem vencer.

Atlético-MG 2 x 3  Vitória
Campeonato Brasileiro da Série A – 23ª Rodada
Data:
19/09/2010 (Domingo), às 16h
Local: Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, MG
Arbitragem: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE), assistido por Ivaney Alves de Lima(SE) e Edmo Oliveira Santos(SE).

 Atlético-MG: Fábio Costa; Diego Macedo (Neto Berola), Caceres e Jairo Campos e Leandro; Alê, Serginho (Joedson), Ricardinho (Diego Souza) e Daniel Carvalho; Diego Tardelli e Obina Técnico: Vanderlei Luxemburgo

 Vitória: Viáfara, Eduardo, Anderson Martins, Thiago Martinelli e Egidio, Cesar Santiago (Jonas), Ricardo Conceição, Bida e Renato, Elkeson (Reniê) e Junior (Schwenck). Técnico: Ricardo Silva.