Atacante Júnior, do Vitória, está preso na Polinter.

No dia seguinte à conquista do título de tetracampeão baiano pelo Esporte Clube Vitória, o maior ídolo da torcida na competição, o centroavante Júnior, foi detido por policiais civis e está preso na Polícia Interestadual (Polinter), no edifício-sede da Polícia Civil (Praça da Piedade).

Informações preliminares dão conta de que o atleta teria um mandado de prisão em aberto na cidade de Guarulhos, São Paulo, relacionado a uma investigação de 2001 por emissão de passaporte falsificado.

O problema envolveria diversos jogadores transferidos para o exterior na ocasião, cuja documentação, a cargo de empresários à frente das transferências, estaria ilegal.

As informações são do Atarde on line.