ASA-AL x Vitória – Contra degola e pelo acesso na Série B

Na hora da decisão vale de tudo. A partida é a última do Campeonato Brasileiro da Série B, mas é a mais importante para ASA e Vitória, que se enfrentam neste sábado, às 17 horas (de Brasília), no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. No primeiro turno, o time baiano venceu, por 1 a 0, atuando no Barradão, em Salvador. A vitória sobre o Bragantino, por 1 a 0, como visitante, deixou o ASA muito perto de confirmar sua permanência na Série B. Com 48 pontos, o time alagoano aparece em 15.º lugar, com 13,6% de chances de queda de acordo com o site Chance de Gol. No jogo contra o Vitória, o ASA pode até mesmo empatar, desde que Icasa não vença a Portuguesa, ou o São Caetano não supere o Criciúma, pois tem duas vitórias a mais que os concorrentes (13 a 11).

Em caso de derrota, o time alagoano depende de uma derrota do São Caetano ou de um tropeço do Icasa. Pelo acesso, o Vitória poderia estar no G4, isso se não fosse a derrota, por 2 a 1, diante do São Caetano, no Barradão. Agora, com 57 pontos, o time baiano é o sexto colocado e tem somente 14,4% de chances. Por isso, precisa vencer o ASA, fora de casa, e ainda torcer para que Sport e Bragantino não saiam com vitórias em seus jogos.

Força do “caldeirão”!
Para não depender de outros resultados se quiser permanecer na Série B, o ASA precisa da vitória diante de seus torcedores. O técnico Vica realizou o coletivo que praticamente definiu os 11 titulares. O treinador alvinegro contou com dois “reforços”. O lateral-esquerdo Chiquinho Baiano e o atacante Alexsandro, que haviam sido poupados dos últimos treinamentos por conta de fadiga muscular, foram liberados pelo departamento médico e estão confirmados entre os 11 titulares.

“Estou focado no confronto deste sábado contra o Vitória, que vale nossa permanência na Série B. Esperamos contar com o apoio de nossos torcedores para conquistar o resultado positivo e escapar do rebaixamento”, destacou Vica.

É agora…
No Vitória, o técnico Vágner Benazzi sequer relacionou o meia Xuxa para a viagem até Maceió, local em que o time está concentrado. O jogador foi bastante criticado pela torcida por conta das chances desperdiçadas na derrota diante do São Caetano. Outro que está fora é o volante Zé Luis. O jogador pediu para não atuar alegando que não tem mais clima para ficar no clube.

No último treinamento antes do jogo, ficaram de fora o meia Geovanni e o atacante Fábio Santos. O primeiro com uma crise de amigdalite e o outro poupado para não forçar o joelho machucado. Apesar disso, o médico Ivan Carillo Pinto garante a presença de ambos no jogo.

Local
Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca (AL)

Árbitro
Péricles Bassols Cortez (RJ)

Assistentes
Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ) e Jackson Massara dos Santos (RJ)

ASA

Gilson;
Leandro Cardoso, Toninho e Di Fabio;
Sergio Bueno. Cal, Jorginho, Raul, Francismar e Chiquinho Baiano;
Alexsandro.

Técnico: Vica.

Vitória

Douglas;
Nino, Gabriel, Jean e Fernandinho;
Charles Vagner, Preto, Gilberto e Geovanni;
Rildo e Fábio Santos.

Técnico: Vagner Benazzi.