Argentina começa bem e vence a Nigéria

Desde que a Copa do Mundo começou, na última sexta-feira, os jogos sempre foram muito equilibrados e sem lances de perigo, mas a história foi diferente na manhã deste sábado, no Estádio Ellis Park, quando a Argentina venceu a Nigéria por 1 a 0, gol do zagueiro Heinze.

Com esse resultado positivo, os hermanos chegaram aos três pontos conquistados e está na vice-liderança do Grupo B, perdendo no saldo de gols para a Coréia do Sul (2 contra 1). Já os nigerianos estão em terceiro lugar, sem nenhum ponto conquistado.

Hermanos são superiores
Mostrando um futebol envolvente e com atacantes perigosos, a Argentino demorou apenas três minutos para criar a primeira grande chance de gol. Messi fez grande jogada individual e tocou para Higuaín, que na frente do gol conseguiu bater para fora. Porém, quem abriu o placar para os hermanos foi um zagueiro.

Aos seis minutos, Verón cobrou escanteio para dentro da área e Heinze cabeceou sozinho, na marca do pênalti, sem chances para o goleiro adversário. Animados com o gol, os hermanos foram para cima e quase ampliaram aos 18, quando Messi bateu colocado e Enyeama fez grande defesa.

Superior técnicamente, a Argentina cansou de perder gols e o goleiro nigeriano salvava a seleção africana de levar uma goleada. Hiaguaín perdeu mais uma grande chance, ao receber passe de Tevez e bater firme para boa defesa de Enyeama. O goleiro voltou a salvar aos 36 minutos, em chute de Messi. No último lance de perigo, Verón bateu falta colocada, mas mandou por cima.

Maior equilíbrio
Na volta do intervalo, quase que a Argentina faz o segundo aos trêsargentinaxnigeria_005_180.jpg minutos. Messi recebeu cruzamento de Verón e desviou com a ponta do pé, mas a bola foi para fora. Precisando da vitória, a Nigéria tinha maior posse de bola que o adversário, mas não conseguia finalizar com perigo e ainda dava espaços para os contra-ataques.

Em um desses lances de contra-ataque, a Argentina ficou com quatro contra dois adversários, mas Messi bateu colocado e a bola passou raspando a trave do goleiro. Aos 20 minutos, Higuaín recebeu passe na entrada da área e soltou a bomba nas mãos de Enyeama.

Precisando de pelo menos um gol para conquistar o empate, a seleção nigeriana partiu para cima e criou duas boas oportunidades. Na primeira, o zagueiro Tawio bateu de bico e a bola foi para fora. Depois, Oba Oba Martins arriscou de fora da área e o goleiro Romero fez a defesa.

Cada seleção ainda criou uma chance de gol antes do apito final. Aos 35, Messi e Dí Maria fizeram grande tabela e o camisa 10 bateu para grande defesa do goleiro adversário. Na sequência, Uche recebeu cruzamento e, livre na pequena área, bateu por cima do gol.

Próximos jogos
As duas seleções voltam a campo pela segunda rodada do Grupo B na próxima quarta-feira. A Argentina enfrenta a Coréia do Sul, às 08h30 – horário de Brasília, enquanto a Nigéria terá pela frente a Grécia, às 11 horas.

Ficha Técnica

Argentina 1 x 0 Nigéria

Local: Estádio Ellis Park, em Joanesburgo
Árbitro Wolfgang STARK (ALE)
Cartões Amarelos: Gutierrez (Argentina); Haruna (Nigéria)
Gols: Heinze aos 6’/1T (Argentina)

Argentina
Romero; Demichelis, Samuel e Heinze; Gutierrez, Mascherano, Verón (Maxi Rodríguez) e Di María (Burdisso); Tévez, Higuaín (Diego Milito) e Messi.
Técnico: Maradona

Nigéria
Enyeama; Odiah, Shittu, Yobo e Taiwo (Uche); Etuhu, Haruna , Sani Kaita e Obasi (Odemwingie); Obinna (Martins) e Yakubu.
Técnico: Lars Lagerbäck.

fonte:  futebolinterior.com.br