Arbitragem ruim

Mesmo mostrando muita disposição e prejudicado pela arbitragem, o Bahia perdeu para o Grêmio nesta tarde de domingo, no Olímpico, por 3 x 1, em partida válida pela 14º rodada da Série A. Com este resultado, o tricolor baiano permaneceu na zona de rebaixamento, na décima sétima posição na tabela de classificação, com 12 pontos. E na próxima quarta-feira, para tentar se recuperar na competição, o time de Caio Júnior vai encarar a Portuguesa, no Pituaçu, às 20h30.

Foto: Diego Vara

 

Titi vacila na defesa e Grêmio fica com vantagem na etapa inicial
Surpreendendo o time da casa, o Bahia começou o jogo a todo vapor e logo aos sete minutos chegou assustando a defesa gaúcha. O atacante Júnior foi mais esperto que Gilberto Silva, roubou a bola do zagueiro gremista e chutou cruzado, tirando tinta da trave do goleiro Marcelo Grohe.

A resposta dos mandantes aconteceu 28. O meia Zé Roberto fez uma ótima jogada individual e aproveitou a falha da defesa baiana para tocar para Marcelo Moreno. O centroavante boliviano chutou fraco para a linha de fundo, desperdiçando uma excelente oportunidade gaúcha.

Mas pouco tempo depois não teve jeito. Após um cruzamento na área, o zagueiro Titi segurou Kleber na frente do juiz Cláudio Francisco Lima e Silva, que marcou o pênalti. Elano partiu para a cobrança, com categoria, e bateu no canto direito de Marcelo Lomba, sem chances para o arqueiro tricolor, fechando a etapa inicial com a vantagem no placar.

Bahia joga melhor, é prejudicado pela arbitragem e perde no finalzinho do jogo
A segunda etapa iniciou como a primeira. O Bahia, precisando reverter o quadro desfavorável, partiu para o ataque e criou logo uma chance aos dois minutos. Lulinha, que havia entrado no lugar de Ávine, apareceu bem no lado direito, passou pela marcação e chutou no canto direito de Marcelo Grohe, que faz grande defesa.

A resposta gremista foi em seguida. O lateral-direito Edilson cruzou na área e, aproveitando a falha de Titi, Elano ganhou de Danny Morais para testar na trave, levantando a torcida presente no estádio. Em seguida, Pará acertou um lindo chute, obrigando Lomba a salvar mais uma no confronto.

Contudo, mais aplicado taticamente, o tricolor baiano chegou ao empate aos 18. Depois de um cruzamento na área, o volante Fahel subiu sozinho, sem nenhuma marcação, para raspar de cabeça, no fundo das redes de Grohe.

Dois minutos depois, Fahel fez o gol da virada, mas Cláudio Francisco anulou de forma errada, prejudicando a equipe baiana e gerando muita indignação dos jogadores visitantes.

Mas, no finalzinho do confronto, o Grêmio praticamente confirmou o triunfo. Após cruzamento na área, Souza cabeceou firme e a bola desviou nas costas de Kleber, antes de entrar no fundo das redes. No detalhe do lance, o Gladiador estava em posição de impedimento.

E antes de terminar o jogo, aos 47, Marcelo Moreno fechou o caixão baiano. O atacante gremista recebeu passe na esquerda e tocou por cima de Lomba, marcando um golaço.

FICHA TÉCNICA
SÉRIE A
Grêmio 3 x 1 Bahia
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 05/08/2012
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)
Auxiliares: Cleriston Cley Barreto Rios e Ivaney Alves de Lima (SE)

Grêmio: Marcelo Grohe, Edílson (Léo Gago), Werley, Gilberto Silva e Pará (Tony); Fernando (Fernando), Souza, Elano, Zé Roberto; Kleber e Marcelo Moreno. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Bahia: Marcelo Lomba, Diones, Danny Morais, Titi, Ávine (Lulinha); Fabinho, Fahel, Helder e Mancini; Zé Roberto (Ciro) e Júnior (Magno). Técnico: Caio Jr.

Fonte; Bahia Notícias