Após barrar Neymar, Dorival Jr é demitido do Santos

Depois da decisão de não escalar o atacante  Neymar, o técnico Dorival Júnior do Santos pagou alto com isso. O presidente do Peixe, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, teria ficado profundamente irritado com a atitude do treinador e demitiu o comandante após reunião.

Um importante aliado do mandatário santista afirmou que ele ficou “enlouquecido” com a notícia. Não só ele, mas outros diretores dizem que Dorival Júnior havia concordado em afastar Neymar por uma só partida. Uma reunião da cúpula santista foi realizada. A demissão do técnico, que liderou o time nas campanhas vitoriosas do Paulistão e da Copa do Brasil neste ano, deve ser oficializada ainda nesta terça-feira.

Problema
Até o momento, o clube ainda não queria enfrentar Dorival. Na semana passada, para não ter o treinador, campeão no primeiro semestre, descontente na Vila Belmiro. Depois, para não pagar a clásula de R$ 2 milhões.

Ainda existia a hipótese de o técnico ser afastado por alguns jogos, o que, naturalmente, o forçaria a pedir demissão. Em qualquer um dos casos, Neymar seria imediatamente reintegrado. O presidente do clube, que está em São Paulo, participou do encontro por teleconferência.