Após 10 jogos

A ‘Era’ Caio Júnior sob comando do Bahia durou apenas trinta e um dias. Nesta segunda-feira (27), após mais um resultado ruim no Campeonato Brasileiro da Série A, o, agora, ex-técnico do esquadrão pediu demissão à diretoria do clube, alegando problemas pessoais.

Em nota oficial, através da assessoria de imprensa, o treinador explicou o motivo da saída surpreendente do clube, após uma rápida passagem com apenas dez jogos.

Caio Júnior assumiu o Bahia contra o Palmeiras, no dia 26 de julho, e estreou com o pé direito. Apesar do triunfo na estreia, o aproveitamento do treinador não foi satisfatório. Em dez jogos, com 30% de aproveitamento, foram apenas dois triunfos, três empates e cinco derrotas

Nas última rodadas, principalmente no empate com o Atlético-GO, em Pituaçu, o treinador foi muito contestado pelas opções e despertou a ira da torcida presente em Pituaçu. Fora de campo, Caio teve participação direta na contratação do meia Caio e do atacante Cláudio Pitbull, que chegaram ao Bahia sob o aval do ex-comandante.

Confira a nota de Caio Júnior:

‘Quero comunicar que em função de assuntos estritamente familiares que dificultariam a minha presença no Clube com totais condições de executar o meu trabalho, em comum acordo com a direção do Bahia decidi deixar o comando técnico da equipe. Quero comunicar que em função de assuntos estritamente familiares que dificultariam a minha presença no Clube com totais condições de executar o meu trabalho, em comum acordo com a direção do Bahia decidi deixar o comando técnico da equipe.

Agradeço ao presidente Marcelo Guimarães Filho, o diretor de futebol Paulo Angioni, a comissão técnica e os jogadores pela compreensão, e a torcida do Bahia pelo apoio nesses oito jogos que estive à frente da equipe.Aceitei o desafio de dirigir o Bahia para mantê-lo na Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro. Assumi na última colocação e o deixo fora da zona de rebaixamento. Sei que o time tem que evoluir para afastar de vez esse perigo e estarei torcendo para que isso aconteça.

O Bahia perde um treinador, mas ganha um torcedor’

Fonte: Bahia Notícias