Publicidade


Americana 0 x 0 Vitória – ambos fora do G4

Na briga direta pelo acesso, Americana e Vitória ficaram no empate sem gols e marcaram passo dentro do Campeonato Brasileiro da Série B. Após a 35.ª rodada, o time paulista ocupa a sexta posição, com 53 pontos, enquanto o time baiano saiu do G4, zona de acesso, e com 54 pontos caiu para a quinta posição, deixando que o Bragantino em quarto lugar, com 55 pontos após vencer o Salgueiro, por 1 a 0, em Paulista (PE). O time paulista entrou em campo pressionado por uma sequência negativa de sete jogos sem vitória, que He tirou uma vaga no G4 – grupo de acesso. De outro lado, o Vitória apresentava uma série positiva de três vitórias consecutivas e uma vaga no G4, conquistada na rodada passada.

Início truncado
Como esperado o jogo começou truncado no meio-campo, apesar do Vitória ter um leve domínio das ações. Aos sete minutos, de falta, Geovanni obrigou o goleiro Jailson a praticar boa defesa e mandar a bola para escanteio. O Americana só ameaçou aos 27 minutos, com um desvio de cabeça na frente do goleiro Douglas, que defendeu no reflexo.

O jogo começou a mudar aos 42 minutos, quando Preto cometeu falta violenta sobre Marcinho e, de pronto, foi expulso. Uma falta desnecessária, no setor de meio-campo.

Na volta do intervalo, o técnico Vágner Benazzi preferiu trocar o atacante Fábio Santos pelo meia Neto Coruja. O Americana não mexeu, mas tentou diminuir os espaços na saída de bola do time baiano.

Vaias e “burro”
Roberto Fernandes só mudou o Americana aos 15 minutos, quando tirou o volante Alê para a entrada do atacante Jônatas.

O Vitória, mesmo com um jogador a menos, ficou mais bem distribuído em campo. E com um objetivo claro: não sofrer gol para tentar surpreender no contragolpe. A torcida da casa ficou inquieta, ensaiou vaias e xingou o técnico Fernandes de “burro”.

Na verdade, faltou qualidade aos atacantes americanos nas finalizações. Tanto que o centroavante Clodoaldo recebeu uma sonora vaia ao ser substituído pelo volante Paulinho Dias.

Fim de semana
Agora só restam mais três rodadas. No final de semana, o Americana vai sair contra o Sport, sexta-feira à noite, em Recife. NO sábado, a partir das 16h20, o Vitória recebe o Criciúma.

Local
Décio Vitta Americana (SP)

Árbitro
Leandro Pedro Vuaden (FIFA/RS).

Assistentes
Dibert Pedrosa Moisés (FIFA/RJ) e Rodrigo Pereira Joia (FIFA/RJ).

Renda
não disponivel
Público
2.711 pagantes

Cartões Amarelos
Americana:Alê
Vitória:Geovanni, Nino

Cartões Vermelhos
Vitória:Preto

Americana

Jaílson;
Luiz Felipe, Jorge Luiz, Thiago Gomes e Magal;
Alê (Jônatas), Léo Silva, Válber e Marcinho;
Danilo Santos (André Luís) e Clodoaldo (Paulinho Dias).

Técnico: Técnico: Roberto Fernandes.

Vitória

Douglas;
Nino Paraíba, Gabriel, Maurício e Fernandinho;
Uelliton, Preto, Gilberto (Lúcio Flávio) e Geovanni (Felipe);
Fábio Santos (Neto Coruja) e Neto Baiano.

Técnico: Técnico: Vágner Benazzi.