Alemanha vence Uruguai e fica com o terceiro lugar

Com a chuva fina molhando a grama em Porto Elizabeth e um currículo já repleto de conquistas, a Alemanha bem que podia ter entrado em campo neste sábado disposta apenas a cumprir tabela antes do voo de volta para casa. Não foi bem assim. Do outro lado do campo, havia um Uruguai faminto pela vitória, e o que se viu na disputa do terceiro lugar foi um jogo de cinco gols e duas viradas. Com 3 a 2 no placar e um travessão salvador aos 48 minutos do segundo tempo, os alemães são os donos do bronze na Copa do Mundo da África do Sul.

O resultado no estádio Nelson Mandela Bay estica a fama do polvo Paul, que segue com aproveitamento de 100% nos palpites. Para a final deste domingo, às 15h30m, o molusco apostou na Espanha para bater a Holanda e se tornar a oitava campeã na história dos Mundiais.

O meia Müller, que voltou de suspensão e acabou sendo eleito o melhor da partida, abriu o placar para os alemães. Cavani e Forlán viraram para o Uruguai, Jansen empatou de novo, e coube ao volante Khedira fazer o gol da vitória. O goleiro uruguaio Muslera, herói nas quartas de final contra Gana, falhou duas vezes. Forlán teve a chance de empatar o jogo no último lance e forçar o tempo extra, mas cobrou uma falta no travessão e, logo em seguida, ouviu o apito final do juiz. A partida terminou, e Klose, de agasalho, não saiu do banco. Sentindo dores nas costas, o atacante não entrou e manteve seus 14 gols em Copas, um a menos que o recorde de Ronaldo Fenômeno.

FICHA TÉCNICA
URUGUAI 2 X 3 ALEMANHA

Local: Estádio Nelson Mandela Bay, em Porto Elizabeth (AFS)
Data/hora: 10/07/2010, às 15h30 (em Brasília)
Árbitro: Benito Archundia (MEX)
Assistentes: Hector Vergara (CAN) e Marvin Torrentera (MEX)
Cartões amarelos: Pérez (URU) Aogo, Cacau, Friedrich (ALE)
Cartões vermelhos: Não houve.
GOLS: Müller, 17’/1ºT (0-1); Cavani, 28’/1ºT (1-1); Forlán, 6’/2ºT (2-1); Jansen, 11’/2ºT (2-2); Khedira, 37’/2ºT (2-3)

URUGUAI: Muslera, Fucile, Lugano, Godín, Cáceres; Maxi Pereira, Pérez (Gargano, 31’/2ºT), Arévalo; Cavani (Loco Abreu, 43’/2ºT), Forlán e Suárez. Técnico: Oscar Tabarez.

ALEMANHA: Butt, Boateng, Friedrich, Mertesacker, Aogo; Khedira, Özil (Tasci, 46’/2ºT), Schweinsteiger, Jansen (Kroos, 36’/2ºT), Müller; Cacau (Kiessling, 28’/2ºT). Técnico: Joachim Löw.