‘Se fosse o contrário, o juiz ia deixar bater’, reclama Léo

Com o revés de 1 a 0 no placar, o Bahia tentou atacar e teve um escanteio ao seu favor. No entanto, a arbitragem decidiu encerrar a partida, já que o tempo adicional já havia se encerrado. A decisão não agradou os jogadores, inclusive o lateral-esquerdo Léo.

 

“Se fosse o contrário, ele ia deixar bater o escanteio. Teve falta no Élber e ele não deu. A mesma falta no Diego, que forçou, ele deu. Qual é o critério? Eu não consigo entender”, declarou, em entevista à Rádio Metrópole.

 

Com a derrota, o Bahia se mantém com 28 pontos. O time comandado por Enderson Moreira agora terá uma semana para se preparar anres do jogo contra o Palmeiras, no próximo domingo (16), na Arena Fonte Nova.