Presidente do Bahia diz que relação com a Arena ficou ‘arranhada’ após Vitória e cerveja

Presidente do Bahia diz que relação com a Arena ficou 'arranhada' após Vitória e cerveja

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

O presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, comentou nesta segunda-feira (7), em entrevista ao programa Seis em Ponto, com Geraldo Júnior, na Rádio Metrópole, que a relação do clube com a Arena Fonte Nova sofreu um desgaste recentemente. Os motivos são o imbróglio por causa do preço da cerveja e o contrato do Vitória com o consórcio. Segundo ele, o clube rubro-negro tem “benefícios que o Bahia não teve”.

“Arena tem direito. O estádio não é do Bahia. O Vitória tem todo o direito. Ficou arranhada (a relação) um pouco, mas por causa dos preços das cervejas e o contrato do Vitória que é diferente do Bahia. Traz benefícios que o Bahia não teve”, declarou.

Ainda de acordo com o dirigente tricolor, a praça esportiva tem que passar por uma readaptação após o fim das competições internacionais.

“A Copa do Mundo já acabou. Nosso estádio precisa se readaptar a realidade de Salvador”, indicou, ao falar que uma pessoa não pode, por exemplo, entrar no estádio com um biscoito.

Desde o jogo contra o Botafogo, pela rodada 21, o Bahia tem promovido um boicote aos bares da Arena Fonte Nova. Do lado de fora do estádio, a cerveja tem sido vendida com promoção para que os torcedores evitem comprar na parte interna. No último sábado (5), Bellintani revelou que o clube irá vender cerveja com estrutura própria no estádio.

Fonte: Bahia Notícias