Para evitar sufoco nos últimos minutos, Gregore pede concentração ao Bahia

Os dois últimos jogos do Bahia, contra CRB e Bahia de Feira, foram marcados pela emoção. Sempre acima aos 50 minutos do segundo tempo, o Esquadrão conseguiu importantes resultados, o que despertou na torcida o sentimento da “mística tricolor”. Sem querer repetir o sufoco no jogo contra o Londrina e deixando a magia de lado, o volante Gregore pediu concentração para o time.

 

“Eu não acredito nesse lance de mística. O jogo fica difícil de acordo com o que a gente vai jogando. Se a gente jogar mal, não estiver concentrado… Se a gente estiver concentrado, vamos conseguir os resultados de uma maneira melhor”, declarou.

 

Homem de confiança no Fazendão, Gregore deve voltar ao time após um mês distante em virtude de uma lesão no joelho. Ele não escondeu a ansiedade para voltar a estar dentro de campo.

 

“Quando tem uma lesão dessa a gente fica ansioso para voltar logo, mas o departamento médico procura acalmar a gente para voltar na melhor hora para poder dar 100% dentro de campo”, indicou.

 

Ciente da importância do fator casa, o jogador também pediu cuidado para evitar surpresas diante do Tubarão.

 

“Hoje em dia o fator casa influencia bastante pela torcida, mas sabemos que a equipe do Londrina é qualificada. Temos que nos preparar o melhor possível para não sermos surpreendidos”, completou.

 

Bahia e Londrina se enfrentam às 20h desta quinta-feira (18), na Arena Fonte Nova, pela primeira partida da quarta fase da Copa do Brasil.