Médico do Bahia destaca importância da pré-temporada para equalizar condição de atletas

Após um período de férias, jogos festivos e exageros nas ceias de fim de ano, os jogadores retornam aos treinamentos visando a temporada de 2019. Não é diferente no Bahia. Para colocar o Esquadrão de Aço nos trinques para estrear na Copa do Nordeste, o médico do clube, Luiz Sapucaia, indicou a importância da pré-temporada. O objetivo é deixar todos em boas condições.

“A pré-temporada é importante para a gente abalizar o cardiorrespiratório e fisico dos atletas. Tem muito futebol de confraternização e alguém pode vir machucado e o aspecto nutricional alguns se alimentam a mais. No ponto de vista médico, é para equalizar os atletas e condicionar. Vamos ter uma pré-temporada curta, precisamos equacionar para ter 100% de aproveitamento”, afirmou.

Sapucaia lamentou o período curto para preparar os jogadores e apontou a missão de fazer um bom trabalho para que todos cheguem bem ao final do ano.

“O ideal seria que a gente tivesse 30, 40 dias de pré-temporada para trabalhar o grupo todo como conjunto. Infelizmente as condições não permitem, o Bahia vai disputar um volume grande de campeonatos. Somos o único time entre as séries Série A e D que jogará cinco competições. Quanto melhor for a nossa pré-temporada, melhor será o nosso fim de temporada. A gente faz uma curva e o risco de lesão aumenta. Vamos nos aprimorar mais, temos o conforto de um plantel maior. Esperamos rodar para ter todos à disposição”, declarou.

O médico também contou que não há grandes problemas sobre lesões e revelou que além do lateral direito Matheus Silva e os atacantes Iago e Rogério, mais três novos jogadores estão no Fazendão.

“Estamos recebendo seis atletas novos. A maioria dos que ficaram estão em boa condição. Não tem nenhum grande problema e nada que precise de mais atenção”, indicou.

O Bahia faz a sua primeira partida da temporada no dia 16 de janeiro, contra o CRB, na Arena Fonte Nova.