Com um jogador a menos, Bahia vence o CSA, que precisa de “milagre” para se manter na Série A

Com um jogador a menos, o Bahia mostrou força e venceu o CSA na noite deste domingo, no estádio Rei Pelé, em Maceió. O Tricolor abriu o placar com Gilberto, ainda no primeiro tempo, e viu o adversário empatar no início da etapa final, com Nilton. Pouco tempo depois, os visitantes perderam o volante Ronaldo, que foi expulso. Mesmo assim, a equipe baiana seguiu pressionando e conseguiu o segundo gol aos 40 minutos, com Arthur Caíke. O resultado fez o time encerrar um jejum de nove jogos sem vencer e deixou o CSA em situação delicada na luta contra o rebaixamento.

A derrota praticamente acabou com o sonho do CSA de se manter na Primeira Divisão. O Azulão permanece com 32 pontos, em 18º lugar, e pode chegar apenas até os 38 do Ceará, primeiro clube fora do Z-4. O problema é que, caso atinja essa pontuação (e conta com resultados favoráveis de Cruzeiro e Ceará até lá), o time alagoano terá que tirar uma diferença de 24 gols de saldo para tomar a posição do Vozão.

Com a vitória, o Bahia encerrou um jejum de nove jogos sem vencer. O Tricolor foi a 48 pontos e permanece na 11ª posição.

Gol do Bahia! Gilberto limpa a marcação e chuta de canhota no canto aos 31 do 1º tempo

Foi uma etapa inicial com propostas distintas e que teve os visitantes saindo com a vantagem. Com mais posse de bola, o Bahia controlou as ações e trabalhou no campo de ataque. Com a área do CSA congestionada, o Tricolor teve boas chances em chutes de média e longa distância que exigiram boas defesas de Jordi. Na melhor jogada, Gilberto limpou Alan Costa e abriu o placar. Do outro lado, o CSA apostou novamente no contra-ataque em velocidade de Apodi e teve a melhor oportunidade em lance que o lateral perdeu quase que na pequena área. Apodi ainda foi substituído por conta de um problema físico e viu Lucas Fonseca e Gilberto quase ampliarem de cabeça.

Com a vantagem, o Bahia iniciou a etapa final melhor e teve ótima chance de empatar com Ronaldo, mas Jordi defendeu. Pressionado, o CSA não conseguia fazer muita coisa até que descolou um escanteio e empatou de cabeça com Nilton. O gol fez a torcida se inflar e, para piorar a situação do time visitante, Ronaldo foi expulso pouco tempo depois. Com um jogador a mais, o Azulão pressionou, mas viu o adversário ser muito perigoso nos contra-ataques. Em falta na área, Artur acertou a trave de Jordi. Na reta final do jogo, os mandantes tiveram outras boas chances com Rafinha e João Cléber, mas quem conseguiu marcar foi o Bahia. Em belo contra-ataque, Arthur Caíke fez o segundo gol e decretou o resultado no Rei Pelé.

O CSA volta a campo na quarta-feira, quando enfrenta a Chapecoense, na Arena Condá, às 21h (horário de Brasília). Na quinta, na Arena Fonte Nova, o Bahia recebe o Vasco, às 19h15.

Fonte: Globo Esporte