Coincidência? Empate classifica Atlético e Cajazeiras para final da Série B e gera suspeitas

A Série B do Baianão 2018 terá Atlético e PFC-Cajazeiras na decisão do título e na disputa pela única vaga na elite do estadual em 2019. Porém, a forma com que os dois clubes chegaram á final gerou desconfiança.

Em Alagoinhas, Atlético e Cajazeiras empataram sem gols em um jogo sem um lance sequer de emoção. Para quem estava no estádio Antônio Carneiro, a sensação era que o empate satisfazia os dois clubes.

Quem levou a pior foi o Colo-Colo. Precisando golear o Galícia, o Tigre fez sua parte e derrotou o Granadeiro por 7 a 3, em Pituaçu. Mas, o time de Ilhéus precisava contar com um triunfo no jogo de Alagoinhas, de preferência do Carcará.

O resultado no Interior do estado deixou dúvidas sobre a ‘seriedade’ do campeonato, mas não foi o único fator negativo na divisão de acesso do estadual. A Série B teve os piores públicos do país e chegou ao ponto de um jogo ser cancelado para evitar prejuízos.

O presidente Ednaldo Rodrigues, da Federação Bahiana de Futebol, cancelou a partida entre Conquista e Teixeira de Freitas, que estava marcada pata o sábado (12). A entidade alegou que os clubes solicitaram o cancelamento e o departamento jurídico não viu impedimento.

Mas, se a moda pega, como ficará o futebol baiano daqui para frente? Em cada competição haverá jogos cancelados por não terem importância para definição de classificação?

Nos tempos em que o futebol brasileiro clama por profissionalismo, o futebol da Bahia cada vez mais segue por um caminho inverso. Para o torcedor, fica o seguinte questionamento: É futebol de várzea?

Foto: Francisco Galvão / PFC-Cajazeiras