Ceará abre o placar, mas Athletico empata no fim e embola briga contra o rebaixamento

O que não faltou foi emoção no Castelão. Na briga contra o rebaixamento, o Ceará pressionou, pressionou, pressionou o Athletico-PR e saiu na frente, mas não conseguiu segurar a vitória e deixou o adversário empatar. Os gols, ambos depois dos 40 minutos od segundo tempo, foram marcados por Mateus Gonçalves e Madson.

Com o apoio da torcida e novo técnico, o Ceará começou a partida tentando pressionar o Athletico, que foi a Fortaleza com uma equipe mista. Mesmo assim, o equilíbrio tomou conta do primeiro tempo. Os donos da casa não conseguiram aproveitar as chances que criaram e viram o Furacão crescer e até a criar boas oportunidades, mas também sem acertar o gol.

Com a necessidade da vitória do Ceará, a partida no Castelão ficou aberta. E passou a ter ainda mais espaços quando Vitinho, do Athletico-PR, foi expulso. Os donos da casa, então, passaram a pressionar com mais intensidade. De tanto insistirem, os cearenses abriram o placar com Mateus Gonçalves. E parecia que o jogo estaria resolvido, mas não estava. Madson, no último minuto, empatou e complicou a vida do Ceará.

Com o empate com o Athletico, o Ceará chegou a 38 pontos e se manteve na 16º posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Assim, pode ser ultrapassado pelo Cruzeiro, que tem 36 e joga segunda-feira contra o Vasco, em São Januário.

Fonte: Globo Esporte