Carpegiani lamenta empate, mas enaltece atuação do Bahia

O Bahia não conseguiu vencer o Atlético-MG na Arena Fonte Nova. O empate deixou Paulo Cézar Carpegiani chateado, mas apenas pelo resultado.
Após a partida, o técnico enalteceu a atuação da equipe. “Me agrada a maneira como estamos jogando. Tentamos impor o ritmo, dentro ou fora de casa. Até hoje, só não gostei do primeiro tempo que fizemos contra o Avaí. Hoje saímos atrás do resultado, contra uma equipe que tem um grande treinador. A equipe do Atlético-MG é muito rápida, de qualidade. O Robinho, com a qualidade que ele tem, se dermos dez bolas daquela do segundo gol para ele, ele faz cinco, matando no peito e tocando no outro ângulo do goleiro. Criamos inúmeras chances de gol. Estou triste e aborrecido pelo resultado, mas satisfeito com o que a equipe fez”.
O treinador também elogiou o atacante Edigar Junio, que marcou os dois gols do Tricolor e está em grande fase. “É um grande jogador, que está em uma excelente fase. Está dando tudo certo para ele. Espero que ele siga assim até o final do campeonato. Ele é extremamente competente, profissional do mais alto nível e merece todo esse sucesso que está tendo”.
Já sobre o crescimento do Esquadrão na competição, que segue na briga pela Libertadores e abriu dez pontos da zona de rebaixamento, Carpegiani garantiu que não é surpresa. “Quando aqui cheguei jamais falei em Z-4. Disse que queria pensar em jogo após jogo. Se eu tivesse pensando na tabela, talvez não tivesse vindo. Mas, uma das respostas é que via a possibilidade de formar um grande time na frente. Isso me chamou muita atenção e por isso aceitei o convite. Formatei uma equipe e ela vem em uma produção boa. Estou satisfeito com a equipe”.
Foto: Nilson Luiz / Itapoan FM
Conteúdo Galaticos