Canadá não vai mandar atletas para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos em 2020

Canadá não vai mandar atletas para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos em 2020

Foto: Divulgação / COC

O Comitê Olímpico do Canadá (COC) e o Comitê Paralímpico do Canadá (CPC) anunciaram na noite deste domingo (22) que nenhum dos seus atletas vão disputar os Jogos Olimpícos e Paralímpicos de Tóquio em 2020. É o primeiro país que retira sua participação do maior evento esportivo devido a pandemia do coronavírus.

 

“Com a COVID-19 e seus riscos associados, não é seguro para nossos atletas, e para a saúde e segurança de suas famílias e à comunidade canadense mais ampla, que atletas continuem treinando para estes Jogos. Aliás, vai contra as orientações de saúde pública que pedimos que todos os canadenses sigam”, disse em carta publicada no site oficial do COC.

 

Antes da decisão do Canadá, diversas entidades esportivas nacionais e internacionais pediram o adiamento dos Jogos Olímpicos, mas nenhum havia decretado que não participaria. Também neste domingo, o COI deu um prazo de quatro semanas para se pronunciar sobre um eventual adiamento do evento, cuja cerimônia de abertura está marcada para o dia 24 de julho.

 

Leia o comunicado do COC e CPC:

 

“O Comitê Olímpico Canadense (COC) e o Comitê Paralímpico Canadense (CPC), apoiados pelas Comissões dos Atletas, Organizações Nacionais de Esportes e pelo Governo do Canadá, tomaram a decisão difícil de não enviar equipes canadenses aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos no verão de 2020.

 

O COC e o CPC urgentemente pedem ao Comitê Olímpico Internacional (COI) e ao Comitê Paralímpico Internacional (IPC) e à Organização Mundial de Saúde (OMS) que adiem os Jogos por um ano, e oferecemos nosso total apoio em ajudar a navegar todas as complexidades que remarcar os Jogos trará. Apesar de reconhecermos as complexidades inerentes a este adiamento, nada é mais importante que a saúde e segurança dos nossos atletas e da comunidade mundial.

 

Isto não é somente sobre saúde dos atletas – é sobre saúde pública. Com a COVID-19 e seus riscos associados, não é seguro para nossos atletas, e para a saúde e segurança de suas famílias e à comunidade canadense mais ampla, que atletas continuem treinando para estes Jogos. Aliás, vai contra as orientações de saúde pública que pedimos que todos os canadenses sigam.

 

O COC e o CPC analisaram a carta e o comunicado enviados pelo COI no domingo. Estamos gratos ao COI por sua garantia que não vai cancelar os Jogos de Tóquio 2020 e apreciamos a importância de acelerar sua tomada de decisão sobre um possível adiamento.

 

Nós também aplaudimos o COI por reconhecer que assegurar a saúde e bem estar das nações e conter o vírus deve ser nossa prioridade. Estamos no meio de uma crise global de saúde que é muito mais significante que o esporte.

 

O COC e o CPC gostariam de agradecer aos nossos atletas, parceiros e à comunidade esportiva canadense por sua paciência e por nos emprestar suas vozes nesta época sem precedentes. Nós permanecemos esperançosos que o COI e o IPC vão concordar com a decisão de adiar os Jogos como parte de nossa responsabilidade coletiva de proteger nossas comunidades, e trabalhar para conter a proliferação do vírus.”

Fonte: Bahia Notícias