Bahia e Vitória se enfrentam no domingo (11), às 16h (horário de Salvador), no Barradão, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro

O atacante Élber concedeu entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (6), antes do treino no Fazendão. Como não poderia ser diferente, o jogador foi muito questionado sobre o Ba-Vi do próximo domingo (11).

“Eu acho que eles, vivendo uma pressão pelo momento delicado, é segurar os primeiros 20 minutos para aumentar nervosismo deles. Eles precisam do resultado, e nós precisamos fazer nosso jogo”, projetou.

“Não será um jogo fácil, apesar do momento difícil que eles se encontram. Esperamos que eles continuem assim e que a gente siga crescendo no campeonato”, completou.

O atleta também comentou a demissão do técnico Carpegiani. Élber não crê em um jogo mais fácil por conta da saída do treinador.

“De jeito nenhum (facilidade). Será um grande jogo, sabemos do momento deles, mas em clássico tudo pode mudar. Clássico é decidido em detalhes”.

O camisa 7 Tricolor lembrou da recepção no último Ba-Vi no Barradão. O ônibus do Bahia foi alvo de pedradas na entrada do estádio.

“Sempre difícil, não é? É um caminho apertado, que nos obriga a passar pela torcida, independente dos policiais. Você nunca sabe de onde estão saindo os objetos. Estar preparados para tudo, dentro e fora”, salientou.

Bahia e Vitória se enfrentam no domingo (11), às 16h (horário de Salvador), no Barradão, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Esquadrão é o 11º com 40 pontos. Já o Leão abre o Z-4 da competição com 34.

por Gabriel Rios Site reprodução