Artilheiro do Baiano em 88, Osmar lembra time do Bahia no Brasileiro: ‘a gente era uma família’

Artilheiro do Baiano em 88, Osmar lembra time do Bahia no Brasileiro: 'a gente era uma família'

Foto: Reprodução

A confiança do time do Bahia em 88 levou a equipe para a final e conquista do Campeonato Brasileiro daquele ano. E, mesmo para quem não estava durante os 90 minutos em campo, a emoção de fazer parte do Tricolor era a mesma para todos os jogadores. Em contato com o Bahia Notícias, o atacante Osmar relembrou a partida contra o Fluminense que garantiu a vaga da equipe na final da competição e será retransmitida neste sábado (25), às 14h30, no SporTV.  

 

“Tinha muita gente na Fonte Nova, foi um jogo altamente difícil, como foi todos os jogos”, contou o ex-jogador. “A emoção já existia desde que a gente chegou a semifinal (…) e quando a gente conseguiu o empate fora de casa a gente já tinha certeza de que, dentro de casa, a gente daria conta do recado”, ressaltou Osmar.

 

Artilheiro do Campeonato Baiano do mesmo ano, quando o Bahia também foi campeão do estadual, Osmar não participou inteiramente de todas as as partidas na reta final do Brasileiro, mas disse que a equipe do Bahia na época não se importava quem estava escalado ou banco e que a confiança entre os integrantes do time era o que fazia a diferença. 

 

“A equipe do Bahia naquela época não importava com quem tivesse jogando, quem tivesse relacionado, porque na verdade a gente era uma família”, admitiu o ex-atacante. “O mais forte no time do Bahia naquela época era a união e eu fiquei muito emocionado quando a gente conseguiu vencer”, completou. 

 

Com a virada sobre o Fluminense e garantia de que o Tricolor estava na final, que foi disputada contra o Internacional, Osmar ainda contou sobre o fim da partida. “No fim do jogo nós fomos para a concentração e fizemos uma comemoração, mesmo sabendo que ainda tinham duas partidas para o Bahia ser campeão brasileiro”, completou.

Fonte: Bahia Notícias