Amanda Nunes nocauteia Cris Cyborg, conquista o segundo cinturão e faz história no UFC 232

A história está feita no UFC 232! Amanda Nunes quebrou todos os prognósticos e nocauteou a compatriota Cris Cyborg de maneira sensacional com menos de um minuto de luta. Com o resultado, a ‘Leoa’, que já tinha o cinturão dos galos (até 61,2kg.), conquista o título dos penas (até 65,7 kg.) e torna-se a primeira mulher campeã de duas categorias do Ultimate.

Com o triunfo, Amanda junta-se ao seleto grupo de Conor McGregor e Daniel Cormier, que conquistam dois títulos simultâneos do Ultimate. Além disso, ela quebrou uma incrível hegemonia de 13 anos sem derrota de Cyborg.

“Eu esperava (que a luta terminasse desse jeito). Sou a primeira mulher a ser campeã de duas categorias do UFC. Eu falei a vocês, eu sou a maior. Dana, quero ir para o Hall da Fama”, afirmou Amanda ainda no octógono.

A luta

A primeira superluta feminina iniciou com uma trocação franca entre as campeãs. Cyborg conectou o primeiro golpe, mas Amanda não se intimidou e foi pra cima. Ela surpreendeu a rival ao acertar um golpe perfeito no queixo que fez Cris. A campeã ainda tentou se manter na luta, mas foi novamente acertada e caiu nocauteada em apenas 51 segundos.