Amadeu analisa revés para o Guarani: ‘Quando tivemos atitude, faltou o gol’

O Vitória perdeu para o Guarani por 1 a 0, neste sábado (14), na Arena Fonte Nova, em jogo válido pela 22ª rodada. O técnico Carlos Amadeu admitiu que sua equipe não foi feliz nas conclusões.

“Hoje foi um jogo em que a proposta do Guarani foi vir jogar, precisava de pontos. Tivemos espaço, mas o Guarani entrou, no início, a 100, e a gente entrou a 20, 30. No segundo tempo, viemos com outra postura, mesmo sem mudar as peças. O principal fator foi a atitude. Quando tivemos atitude, faltou o gol”, afirmou.

O comandante rubro-negro ainda destacou a atuação da equipe na etapa final.

“A gente manteve uma organização defensiva, e a ideia é que tivesse mais a bola. A gente teve um percentual de posse de bola maior. Criamos pelo menos, no primeiro tempo, mesmo não jogando bem, duas chances. A bola cruzou à frente da área com Rodrigo, ele não alcançou, e o cabeceio do Anselmo. No segundo tempo, tivemos pelo menos cinco oportunidades, três com Wesley: um cabeceio, que passou pela esquerda do goleiro, um diagonal lançado por Baraka, que ele dominou e fez a finalização no goleiro. E uma bola na quina da trave. Tivemos ainda finalização de Anselmo e cabeceio de Everton sena. Creio que, se a gente conseguisse duas bolas para dentro, poderia ter feito outra leitura do jogo. Não tem que analisar resultado, mas performance”, declarou.

Chamado de burro pela torcida após o apito final, Amadeu contemporizou. “Foi tranquilo nesse aspecto. Não tenho nada a comentar”, concluiu.

O próximo compromisso do Vitória é contra o São Bento, terça-feira (17), no Estádio Walter Ribeiro, às 21h30, em Sorocaba (SP

Foto: Glauber Guerra/ Bahia Notícia